Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/07/2007 - 08h13

Habilidade para entender brincadeiras diminui com a idade, diz estudo

Publicidade

da France Presse, em Nova York

As velhas piadas podem ser as melhores, mas, segundo um estudo realizado nos Estados Unidos, a habilidade para entender as anedotas, mesmo as mais breves, é perdida com o avanço da idade.

Pesquisadores da Universidade de Washington em St. Louis entregaram as primeiras frases de algumas anedotas a dois grupos. Um era formado por pessoas com idade a partir de 65 anos e o outro por jovens de cerca de 20. Eles pediram aos dois grupos que selecionassem um entre quatro possíveis finais.

Uma frase completava exatamente a piada. Das outras, uma era engraçada, uma mais ou menos cômica, mas sem relação com o início da anedota e a última não tinha nenhum sentido.

Segundo Wingyun Mak, a estudante de pós-graduação que chefiou o estudo, o grupo de pessoas mais velhas falhava mais em escolher a resposta correta.

"São diferenças estatísticas significativas", informou.

"Sabemos que há habilidades mentais que diminuem quando envelhecemos. Nossa memória aos 80 não será provavelmente tão boa como aos 20", disse.

"Levando isso em conta, como seria inserido isso em nosso entendimento do humor?", indagou.

"Definitivamente não queremos dizer que as pessoas mais velhas não tenham senso de humor, mas que existem brincadeiras mais difíceis de serem entendidas", afirmou Wingyun.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página