Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/04/2005 - 08h50

Sala São Paulo recebe apresentação de "Carmina Burana"

Publicidade

IRINEU FRANCO PERPETUO
do Guia da Folha

A Osesp está em turnê, mas nem por isso a Sala São Paulo fica vazia. Colocada no mapa musical da cidade no ano passado, pela imaginativa programação bolada pelo maestro Abel Rocha, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, que normalmente toca no Sérgio Cardoso, abre sua temporada 2005 com aquela que talvez seja a peça coral-sinfônica mais popular do século 20: a cantata cênica "Carmina Burana", de Carl Orff.

Composta em 1937, sobre textos medievais, "Carmina Burana" foi originalmente pensada para orquestra, e será apresentada em transcrição para banda sinfônica feita pelo valenciano Juan Vicente Mas Quilmes, que manteve as partes solistas e corais absolutamente idênticas às da versão original, deixando inalteradas ainda as linhas de piano e de percussão.

A regência é do próprio Rocha, que terá ainda à disposição as 90 poderosas vozes do Coral Lírico do Teatro Municipal e mais 45 cantores infantis do Coral da Paz. Os solistas são os experimentados Adélia Issa (soprano), Sebastião Teixeira (barítono) e Sebastião Câmara (contratenor).

Sala São Paulo (pça. Júlio Prestes, s/ nº, Campos Elíseos, região central, tel. 3337-5414). 1.500 lugares. Qua.: 21h. 60 min.Até 8/4. Ingr.: R$ 20. CC: todos. Estac. (R$ 5). Ingr. p/ tel. 6846-6000.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre "Carmina Burana"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página