Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/05/2007 - 12h37

Em "Paraíso Tropical", Antenor é alvo de inimigos e fica sozinho

Publicidade

do Agora

A vida de Antenor Cavalcanti (Tony Ramos) ficará de pernas para o ar nos próximos capítulos de "Paraíso Tropical". Abalado com a separação de Ana Luísa (Renée de Vielmond), o empresário ainda terá de enfrentar Isidoro (Othon Bastos) e Fabiana (Maria Fernanda Cândido) nos tribunais. E será vítima da ambição de Taís (Alessandra Negrini).

Divulgação
Tony Ramos ficará só como o tirano e infiel Antenor na trama
Tony Ramos ficará só como o tirano e infiel Antenor na trama
"Ele entra em uma fase muito difícil. Fica sozinho, sem a mulher, sem a amante e sem a amizade e a confiança de Daniel [Fábio Assunção, que será acusado pelo patrão de esconder o novo romance de Ana]. Ele sofre de solidão", antecipa o autor Ricardo Linhares.

O calvário do poderoso começa a tomar forma quando Paula (Alessandra Negrini) apresenta Isidoro à advogada Fabiana. A gêmea boa vê na nova amiga a possibilidade de realizar um sonho que o avô tem: provar sua inocência no acidente que aconteceu no Grupo Cavalcanti, cerca de 20 anos atrás.

"Ele vem falando nisso há muito tempo, mas a Taís sempre achou que ele era um velho gagá. Com a ajuda da Fabiana, o Isidoro vai provar que era um bom profissional e que enviou um memorando para alertar sobre o risco que o elevador oferecia", explica Othon Bastos.

Quando for provada a inocência de Isidoro, Antenor pagará uma indenização para o ex-funcionário e demitirá Xavier (Roberto Maya), que sumiu com o tal memorando para não assumir a responsabilidade pelo acidente com o empregado.

Superado esse problema, o milionário terá que escapar de Taís. Com a ajuda de Marion (Vera Holtz), a gêmea ambiciosa vai forjar encontros casuais para dar em cima do empresário. Mas, em princípio, ele não prestará muita atenção na moça.

"Nessa fase de solteiro, Antenor vai ter casos passageiros com mulheres que não o deixam satisfeito, completo", diz o novelista da Globo.

Esse será o início do processo de humanização do vilão --o que não quer dizer que Antenor ficará bonzinho do dia para a noite. "Ele é um homem prático e pragmático e não vai mudar profissionalmente. Nas questões pessoais, a vida vai lhe dar tantas bordoadas que ele poderá ter pensamentos diferentes. O temperamento, porém, nunca mudará", acredita Tony Ramos.

Apesar da mudança relativa, tudo indica que ele não vai repetir os erros do passado quando conhecer Lúcia (Gloria Pires), que, antes de transformar a vida de Antenor, vai retomar seu romance com Cássio (Marcello Antony). As próximas seqüências da trama prometem.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre "Paraíso Tropical"
  • Leia cobertura completa sobre novelas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

    TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página