Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/04/2003 - 10h20

Versão portátil de navegador adapta sites para tela pequena

da Folha de S.Paulo

Navegar pela internet usando um telefone ou micro de mão geralmente é frustrante: esses aparelhos costumam trazer telas minúsculas, que dificultam a visualização dos sites ou restringem o acesso do usuário a páginas especialmente formatadas para visores pequenos.

Mas uma versão portátil do navegador Opera altera essa situação: o programa, que por enquanto só funciona no telefone Sony Ericsson P800 (www.sonyericsson.com/br), consegue adaptar o conteúdo de praticamente qualquer site da internet para a tela pequena.

O software, que pode ser baixado em www.opera.com, mostrou-se fácil de instalar. Para acessar a internet, foi preciso recorrer ao sistema GPRS da operadora de telefonia celular Tim, que não é muito rápido -segundo a operadora, a velocidade máxima é de 60 Kbps. Mas, como o Opera elimina automaticamente algumas figuras das páginas, foi possível navegar com agilidade.

O navegador dispõe verticalmente o texto das páginas, ou seja, o usuário não precisa usar a barra de rolagem horizontal enquanto lê. Por outro lado, as fontes são relativamente pequenas, o que pode incomodar pessoas com visão imperfeita. É possível aumentar as letras, mas a formatação das páginas é danificada.

O navegador não traz nenhuma proteção contra as janelas pop-up. Como digitar no telefone é difícil, seria bom ter um armazenador de senhas. Os testes também apontaram uma falha irritante: ao clicar em um link, ele é aberto duas vezes.

Tirando esses problemas toleráveis, o Opera apresentou desempenho excelente: conseguiu acessar até sites de correio eletrônico (Hotmail, por exemplo), que normalmente travam os navegadores portáteis, e exibiu sites complexos -portais com muitos links, por exemplo- de maneira perfeitamente legível.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página