Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/01/2007 - 09h38

Apple lança o iPhone, celular com iPod

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Após meses de especulação, o presidente-executivo da Apple, Steve Jobs, anunciou ontem o lançamento do iPhone, telefone celular da empresa baseado no iPod, seu produto mais vendido, na tentativa de ampliar o domínio da empresa para além do setor de music players.

AP
Foto fornecida pela Apple do novo iPhone<BR>
Foto fornecida pela Apple do novo iPhone
O aparelho, mais fino que uma polegada, não tem teclado: usa tela sensível ao toque para fazer ligações, assistir a vídeos, ouvir música, conectar-se a um computador ou tirar fotos --há uma câmera digital de dois megapixels embutida.

O lançamento vai "reinventar o setor de telecomunicações", anunciou Jobs, ontem, na conferência anual Macworld Expo, em San Francisco. "De tempos em tempos, um produto revolucionário vem e muda tudo", disse. Foi a primeira aparição pública do executivo desde que o conselho administrativo da Apple o declarou inocente, em dezembro, em escândalo envolvendo opções acionárias.

O novo telefone, preto e prateado, é maior que o iPod Nano, com monitor de 3,5 polegadas (8,89 cm). Há dois modelos: o mais barato, com quatro gigabytes para armazenamento de dados, custará US$ 499 (R$ 1.070) nos EUA, a partir de junho. A versão com o dobro de espaço sairá por US$ 599 (R$ 1.280). Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

A novidade foi bem recebida, e as ações da Apple subiram mais de 8%. A previsão é que o produto eleve as vendas da empresa em mais de US$ 1 bilhão.

O iPhone concorrerá por uma fatia do mercado mundial de celulares --que movimenta US$ 127 bilhões ao ano-- ao lado da Motorola e da Nokia, com dificuldades para elevar vendas de seus aparelhos, alguns dos quais já dispõem de music players e conexão com a internet.

"O iPhone coloca a Apple diante de uma oportunidade de mercado muito maior", disse William Shope, analista da JP Morgan Securities. "A Apple precisava lançar um produto para defender seu terreno."

No evento, a marca também lançou a Apple TV, uma "set-top box" (espécie de decodificador, como os usados na TV a cabo) que permite aos usuários enviarem arquivos de computador para assisti-los na TV.

O dispositivo, que tem venda prevista para fevereiro, a US$ 299, possui disco rígido interno de 40 gigabytes de capacidade de armazenamento, conexão sem fio e controle remoto. Com ele, os usuários podem comprar música, filmes e programas de TV do iTunes e os transferir para a televisão.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o iPhone
  • Leia o que já foi publicado sobre o iPod
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página