Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/03/2007 - 09h07

Confira o melhor da feira de tecnologia Cebit 2007

Publicidade

DIÓGENES MUNIZ
da Folha Online, em Hannover (norte da Alemanha)

A maior feira do mundo de informática acabou nesta semana com a marca de quase 380 mil visitantes. Foram sete dias de lançamentos da alta tecnologia apresentados na cidade de Hannover, na Alemanha. A Folha Online acompanhou os sete dias de evento e traz para você os destaques da Cebit 2007. Confira:

Câmera no colar

Diógenes Muniz/Folha Imagem
Colar hi-tech da empresa japonesa Nec registra momentos mais emocionantes de seu usuário
Colar hi-tech da empresa japonesa Nec registra momentos mais emocionantes de seu usuário
O Dew --"orvalho", em inglês-- é um câmera digital de 5 Mpixel em forma de colar. Até aí, nada demais. A novidade: o aparelho decide quais são os momentos mais emocionantes de seu dono e os filma. O usuário pode acionar a máquina apertando sua lateral ou deixá-la fazer o trabalho sozinha. Um "sistema de reconhecimento emocional" decide o que merece ser deixado para a posteridade.

Após reconhecer um padrão de ruídos e de movimentação de quem está o usando, o aparelho fica atento para qualquer mudança de comportamento. Se o dono, por exemplo, gritar, chorar, pular ou mexer sua mão de maneira brusca, o colar tira fotos e registra pequenas cenas de quem está ao redor.

Ultraportátil e 3D

Diógenes Muniz/Folha Imagem
No PC ultraportátil da MasterImage a tela também oferece visão em três  dimensões<BR>
No PC ultraportátil da MasterImage a tela também oferece visão em três dimensões
O UMPC (PC ultraportátil, na sigla em inglês) roubou holofotes na Cebit 2007. Um lançamento de uma empresa sul-coreana foi o que mais se destacou. O aparelho da MasterImage acoplou funções de TV móvel, GPS, plataforma de games e computador --e tudo isso é utilizado em um visor tridimensional.

A tela do UMPC da MasterImage tem 4,3 polegadas e é estereoscópia --termo bastante conhecido dos usuários de microscópios. Trata-se de uma visão simultânea de um objeto com dois ângulos diferentes, o que produz a sensação de relevo, o chamado 3D.

A bateria dura cerca de três horas e o computador funciona com sistema operacional Windows XP. Segundo o fabricante, o produto será comercializado a partir de maio. O custo: US$ 800.

Contra o tédio: R2D2

Diógenes Muniz/Folha Imagem
Robô R2-D2 de "Guerra nas Estrelas" observa garota na feira de informática Cebit
Robô R2-D2 de "Guerra nas Estrelas" observa garota na feira de informática Cebit
Nos filmes de "Guerra Nas Estrelas" ("Star Wars"), R2-D2 ("Artoo") é o robô que salva seres humanos em apuros. Na feira de tecnologia Cebit, realizada em Hannover, na Alemanha, ele foi apresentado como o aparelho que nos salvará do tédio.

Trata-se de uma central multimídia compacta com projetor de DVD, entradas USB, suporte para videogame e iPod --tudo dentro do robô. O controle do aparelho é a lendária nave Millennium Falcon. O usuário pode usá-lo para projetar as imagens tanto na parede, quanto no teto de sua casa.

Celular + TV + MP3 + web


AP
Visitantes assistem televisão no celular
Visitantes assistem televisão no celular
Sem um estande da Nokia para dividir as atenções, a Samsung deitou e rolou na Cebit. Seu celular Ultra Mobile TV F510, revelado nesta semana, foi uma das febres do evento. Além de sintonizar TV, ele também lê "e-books", roda música, filma e navega na web em alta velocidade (pelo sistema HSDPA).

Tudo isso em um aparelho de 11,6 cm de comprimento por 5,4 cm de largura e 1,07 cm de espessura. A solução que a Samsung achou para colocar a vida digital em produto com essas medidas foi fazê-lo frente e verso.

De um lado, funciona a parte de vídeo, música e TV, em uma tela de 2,4 polegadas. Do outro, está o celular em si, com uma tela de 1,5 polegada.

Mais diversão no carro

Diógenes Muniz/Folha Imagem
Visitante da Cebit, em Hannover, gosta do que vê no pavilhão dos navegadores para carros
Visitante da Cebit, em Hannover, gosta do que vê no pavilhão dos navegadores para carros
Os sistemas de navegação para carros, que até agora só serviam para guiar motoristas, viraram aparelho "faz tudo" na Cebit. A exemplo dos celulares, os dispositivos com GPS (sistema de posicionamento global por satélite) entraram na briga dos equipamentos de entretenimento tecnológico.

As novas máquinas reveladas no evento rodam "e-books", fingem-se de porta-retratos digitais, tocam seus MP3 e exibem filmes em CD e DVD. A Folha Online testou o ThinkNavi UZ, que vai custar 240 euros (cerca de R$ 690) na Europa. Suas medidas fazem pensar se não seria o caso de, após o passeio de automóvel, levá-lo para dentro de casa.

O jornalista viajou a convite da Hannover Fairs do Brasil

Especial
  • Leia mais no especial sobre a Cebit 2007
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página