Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/01/2001 - 17h23

Confira guia para formatar o disco rígido com segurança

Publicidade

Pergunta:
"Tenho um AMD K6 II de 500 MHz, 64 Mbytes de memória RAM, disco rígido de 10,2 Gbytes, placa de vídeo de 8 Mbytes SVGA com saída para TV, kit multimídia 48x e modem de 56 Kbps. Uso o sistema operacional Windows 98, e desejo formatar meu HD. O problema é que não possuo os conhecimentos adequados para tal, principalmente quando me deparo com o assunto "partição do disco rígido". Gostaria de receber informações desvendando os segredos da formatação de HD, e assim efetuar uma limpeza completa em meu micro."
Gilberto Guiare
(guiare@uol.com.br)

Folha Online:
Formatar o disco rígido é um dos pavores dos usuários que ainda não têm tanta intimidade com a máquina. Mas, desde já, para evitar qualquer mito ou temor, uma coisa tem de estar clara: formatar o disco rígido de vez em quando faz bem para o micro.

Por quê?

Simples: com o advento da Internet, volta e meia o internauta baixa programas da rede e os instala no micro. Depois de testá-lo (e, muitas vezes, não gostar dele), o usuário retira o programa do micro.

Mas há um problema. A maioria dos programas deixa "sujeiras" no Windows depois de instalado. Eles gravam bibliotecas de informação (arquivos DLL) no diretório WINDOWS\SYSTEM e não os retira na saída. Ou seja, seu sistema vai ficando carregado com informações que ele não utiliza.

Essa é apenas uma das razões pelas quais compensa formatar o disco rígido. Além dela, o usuário que instala um novo sistema operacional deve preferir formatar o HD antes de fazê-lo. Isso porque você pode até migrar para um sistema mais robusto, estável e rápido, mas continuará com a sujeira do sistema anterior.

Com o HD limpo, você deixa instalados só os programas que você usa, o que torna o sistema mais rápido.

AVISO
Antes de continuar lendo essa dica, lembre-se de que formatar o disco rígido significa apagar todos os seus documentos. Se você não possui um gravador de CDs, que facilita muito o processo, utilize um compactador _WinZip, WinRAR ou WinACE, por exemplo_ e faça um back up de seus arquivos em disquete.


Confira agora um guia passo-a-passo para formatar seu disco rígido com segurança:

CÓPIA DE SEGURANÇA
O primeiro passo antes de começar a limpeza do micro é verificar todos os documentos que você possui _arquivos do Word, do Excel, do PowerPoint, do CorelDRAW, do Photoshop etc. Vai uma lista das coisas que você não pode deixar de checar, seguida dos diretórios onde elas geralmente ficam:

  • Documentos: extensões DOC, XLS, PPT, DRW, CPT, PSD, JPG, GIF e outras (C:\Meus Documentos)

  • Amigos do ICQ: copie todos os arquivos que têm, como nome, seu número do ICQ (...ICQ\2000a ou 2000b)

  • Favoritos: são apenas atalhos, ocupam pouco espaço (C:\WINDOWS\Favoritos)

  • E-mails: no Windows 9x, copie todos os arquivos da pasta C:\WINDOWS\Application Data\Identities\(um número louco)\Microsoft\Outlook Express.

  • Catálogo de endereços: copie o arquivo WAB que fica na pasta C:\WINDOWS\Application Data\Microsoft\Address Book

  • Fontes: caso você possua publicações ou documentos com fontes específicas, faça uma cópia dos arquivos do diretório C:\WINDOWS\Fonts

    Com um gravador de CDs, você pode compactar cada uma dessas pastas e depois gravar os arquivos em um CD-RW, por exemplo. Esse hábito é recomendável, pois evita perda de dados por vírus e outros problemas com o micro.

    Caso você faça o back up em discos flexíveis, terá de optar por algumas _e não todas_ as opções acima, a não ser que sobrem disquetes e paciência...

    DRIVERS E PROGRAMAS
    Impressora, CD-RW, scanner, monitor, placa de som... Todos esses componentes precisam de drivers para funcionar. Drivers são pequenos arquivos que mantêm comunicação entre o periférico e o sistema operacional.

    Antes de formatar o disco rígido, para que você mantenha tudo funcionando, tenha em mãos os drivers de todos os principais componentes do micro.

    Em geral, se você possui um micro mais recente, desses que têm todas as coisas on board (modem, placa de som e placa de vídeo), esses drivers vêm em um CD só, junto ao manual da placa mãe.

    Caso você possua placas de fabricantes diferentes, os drivers adequados ficam em disquetes ou CDs que vieram com elas. Tenha-os em mãos para que, após formatar o disco rígido, você possa reinstalar os componentes do micro de forma adequada.

    Além disso, você também deve possuir os CDs de instalação dos programas que você costuma utilizar, como o Office, o CorelDRAW ou o Photoshop, por exemplo. Quando formata o disco rígido, você também precisa reinstalar esses programas.

    DISCO DE INICIALIZAÇÃO
    Imprescindível para que você possa reinstalar o sistema operacional em seu microcomputador. No Windows 9x, vá até o Painel de controle, no item Adicionar ou remover programas, e selecione a guia Disco de inicialização. Basta clicar em Criar disco para que o processo se inicie.

    Insira um disquete em branco no drive de 1,44" e, depois que o serviço estiver pronto, proteja-o contra gravação (arraste o pino até que o orifício apareça: essa é a forma de proteção).

    Esse disco serve para inicializar o computador sem precisar do sistema presente no disco rígido. Ele será fundamental quando o HD estiver formatado, e você precisar iniciar a instalação do Windows pelo CD.

    Se você já efetuou uma cópia de segurança de seus arquivos, agora insira o disquete no drive respectivo e reinicie o computador. O micro perguntará se você quer iniciar o sistema com ou sem suporte a CD-ROM. Escolha começar com suporte a CD-ROM.

    MODIFIQUE AS PARTIÇÕES
    Caso você não pretenda instalar outro sistema operacional, não altere as configurações de partição de seu micro. Prefira somente formatar o disco rígido.

    Se o assunto fosse culinária, seria possível dizer que a partição é uma forma de bolo, e a formatação "unta" essa forma para que ela receba o conteúdo da receita.

    É mais ou menos isso: seu disco rígido possui uma partição primária do DOS, cujo sistema de arquivos é o FAT32 (cada sistema operacional costuma utilizar um sistema diferente para organizar os arquivos dentro do disco). Para detonar seu disco rígido de uma vez, em vez de formatá-lo, você pode simplesmente excluir a partição primária e, depois, criá-la novamente.

    Para isso, use o prompt de comando do DOS e digite o comando FDISK. Esse pequeno aplicativo administra, de forma rudimentar, as partições de seu disco.

    Para preparar o HD para mais de um sistema operacional, o ideal é apagar a partição primária e recriá-la com um tamanho inferior ao do total do disco. Por exemplo: se seu disco tem 10 Gbytes, você pode criar a partição primária com 6 Gbytes e deixar o resto inutilizado (por um tempo).

    Você pode então instalar o Windows na partição primária e, depois, usar o espaço inutilizado para o Windows 2000 ou o Linux, por exemplo. Ambos possuem, em suas ferramentas de instalação (no caso do Linux, depende da distribuição), recursos que utilizam esse espaço como uma partição estendida.

    Eles também criam rotinas de inicialização para que, ao ligar o micro, você possa escolher qual sistema operacional quer usar.

    FORMATAÇÃO
    Seu micro agora foi reiniciado com suporte a CD-ROM, e você vê o velho e bom prompt do DOS em sua frente. Mãos à obra: FORMAT C: !

    Se você quiser que o disco rígido seja formatado rapidamente (o DOS só apaga os arquivos), utilize a opção /Q (FORMAT C: /Q). Caso você queira que o DOS mantenha os arquivos de sistema (que inicializam o micro sem precisar de disquete), use FORMAT C: /Q/S.

    Depois, basta dar um nome ao seu disco rígido e teclar Enter. Estamos prontos para começar a instalar seu novo sistema operacional.

    Viu como o Windows ainda não substituiu o DOS? :-)

    INSTALAÇÃO
    Agora, basta colocar o CD do sistema operacional em seu drive e executar o comando SETUP (ou INSTALL, ou INSTALAR). Mas, primeiro, vá até o drive do CD-ROM digitando, na linha de comando, a letra que o disquete de instalação lhe informou seguida de dois pontos. Em geral, você deve digitar D: ou E:.

    Acompanhe com atenção as etapas de instalação do sistema. Lembre-se de que você precisa dos drivers de seus periféricos para instalá-los corretamente.

    Para isso, quando a instalação tiver terminado e você já estiver com o Windows funcionando, siga as instruções de instalação que vieram com cada um desses periféricos.

    Pronto: agora, com o sistema limpo, seu Windows executa as funções básicas mais rapidamente e os programas também funcionam melhor.

    O ideal, se sobrar tempo e paciência, é repetir esse procedimento uma ou duas vezes por ano, para que você tenha um micro rápido e em ordem.

    Clique aqui para ver outras dúvidas de leitores de Informática Online.
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    TV LED TV LED Smart, HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

    Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página