Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/04/2003 - 13h16

Médica mata 2 e fere 6 em clínica em Madri

da Folha Online

Uma médica residente matou duas pessoas e feriu outras seis em uma clínica em Madri após após apunhalar as vítimas com um objeto cortante, afirmou hoje a polícia.

Um balanço anterior da polícia dava conta de um morto e sete feridos.

Das seis pessoas feridas, uma delas, um homem, se encontra em estado de extrema gravidade, disse Manuel de la Hoya, diretor da clínica de Concepción, onde aconteceu o incidente.

O incidente ocorreu por volta das 14h30 (9h30 em Brasília), quando a médica, de 31 anos, que estava conversando com colegas, pegou um objeto cortante de 15 cm e atacou o grupo de oito pessoas, segundo a polícia.

Anteriormente, havia sido informada somente a existência de feridos, mas depois a polícia confirmou a morte de outra médica residente, de 27 anos, que morreu 45 minutos depois do incidente, quando estava sendo operada, segundo a fonte.

Posteriormente, morreu uma segunda pessoa, paciente da clínica que recebeu quatro punhaladas, segundo De la Hoya. O médico disse que o homem que está ferido gravemente é marido da segunda vítima.

O ferido com gravidade estava sendo operado. O homem havia sido ferido na região abdominal, segundo a fonte.

Os outros cinco feridos são dois auxiliares de enfermaria, dois enfermeiros e um médico residente.

A agressora foi presa por agentes policiais com a ajuda de um funcionário da clínica, segundo fontes policiais.

Há quatro anos, a médica detida, residente em reumatologia, trabalhava na clínica. Ela teria voltado a trabalhar havia poucos dias, após um licença por depressão, segundo a Rádio Nacional da Espanha.

Com agências internacionais
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página