Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/01/2005 - 11h37

Britânicos condenam fantasia do príncipe Harry, diz pesquisa

Publicidade

da France Presse, em Londres

Quase três em cada quatro britânicos consideram que o príncipe Harry se equivocou ao se fantasiar de oficial nazista para ir a uma festa, segundo uma pesquisa divulgada hoje pelo jornal "Sunday Mirror".

A pesquisa revela que 55% dos britânicos estimam que o irmão mais velho de Harry, o príncipe William, é em parte responsável pelo ocorrido, porque deveria ter proibido o irmão de usar a fantasia.

Segundo a pesquisa, 71% das pessoas consultadas acham que Harry tomou uma decisão errada. Apenas 48% dos jovens entre 18 e 24 anos têm a mesma opinião, enquanto que 52% consideram a fantasia aceitável.

No entanto, apesar do escândalo provocado pela fotografia do príncipe Harry vestido de oficial do Afrika Korps durante uma festa, com a suástica nazista no braço, metade das pessoas questionadas (51%) acredita que o Reino Unido estaria pior sem a família real, com 38% das pessoas tendo opinião contrária.

A publicação da foto não prejudicou a imagem do príncipe William, o segundo na ordem de sucessão à Coroa Inglesa, já que 83% dos entrevistados o aceitariam como monarca. Já o príncipe Harry, terceiro na sucessão ao trono, conta com 45% de aprovação.

Por fim, quase um britânico em cada dois (49%) estima que o príncipe Charles educou bem seus filhos.
A pesquisa entrevistou 522 pessoas entre sexta-feira (14) e ontem.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o príncipe Harry
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    TV Smart TV Smart HDMI, LED, Full HD a partir de R$ 999,99

    Refrigerador Refrigerador Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página