Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/10/2005 - 10h02

53% afirmam ser fácil obter armas

Publicidade

da Folha de S.Paulo

A facilidade encontrada por R. para comprar uma arma ilegal não é uma exceção, segundo pesquisa do Ilanud (Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para a Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente). De 250 adolescentes com problemas na Justiça de São Paulo acompanhados pelo instituto desde 2002, 53% afirmaram ser fácil ou muito fácil adquirir uma arma de fogo.

O restante classificou como difícil ou muito difícil a compra da arma. Os jovens de 12 a 18 anos foram entrevistados para a pesquisa. O acompanhamento dos casos --75% são crimes contra o patrimônio e 8% contra a vida-- que tramitaram pela Justiça da capital paulista foi encerrado em janeiro deste ano.

O número de adolescentes presos com arma de fogo também surpreende. Dos 250 jovens acompanhados, 136 (54,4%) portavam esse tipo de arma. Outros 28 foram flagrados com revólveres de brinquedo.

Também em relação aos 250 jovens, apenas 8 foram acusados apenas pelo crime de porte ilegal de arma --na maioria, prevaleceu outro crime praticado com a arma de fogo. O roubo qualificado --geralmente como o uso de arma de fogo-- é a principal causa de internação na Febem (Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor) de São Paulo.

Leia mais
  • Jovens são 48,5% dos casos de porte ilegal

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o referendo sobre a venda de armas
  • Leia a cobertura completa sobre o referendo
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página