Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/01/2006 - 10h48

Chuva no Rio já matou 12 pessoas

Publicidade

da Folha Online

Subiu para 12 o número de pessoas mortas em conseqüência das fortes chuvas que atingiram o Estado do Rio de Janeiro na última sexta-feira (27).

O maior número de vítimas foi registrado no Penha Shopping, zona norte da cidade, onde seis pessoas morreram afogadas após o alagamento da garagem, localizada no subsolo do estabelecimento.

Na favela da Grota, no Complexo do Alemão (zona norte), dois irmãos morreram eletrocutados.

Outra acidente similar foi registrado em Duque de Caxias (Baixada Fluminense). Um homem morreu. Os bombeiros acreditam que ele estivesse mexendo em um aparelho eletrônico durante o temporal, tendo sido atingido por uma descarga elétrica.

Na noite de ontem, o Corpo de Bombeiros localizou o corpo de um homem em um alagamento, ocorrido em Bonsucesso (zona norte).

Durante a tarde deste sábado, também foi localizado um homem, de cerca de 50 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira (27) após cair em um rio, em São Gonçalo (região metropolitana). Ele teria sido arrastado pela enxurrada.

Em Inhaúma, zona norte, uma mulher de 70 anos morreu vítima de um desabamento. Ela estava em casa quando parte do teto desabou sobre sua cabeça, na manhã deste sábado.

Um forte temporal atingiu o Rio de Janeiro entre o final da tarde o início da noite de sexta-feira. Foi o pior temporal registrado no Rio desde 1997, segundo informações da Defesa Civil.

As regiões mais afetadas, segundo a Defesa Civil, foram Angra dos Reis, Belford Roxo, Duque de Caxias, Magé, Nilópolis, Nova Iguaçu, Piraí, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo e São João do Meriti.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre alagamentos
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página