Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/01/2001 - 14h25

Grupo criou Ufo-Detector para localizar Ovnis

Publicidade

da Folha Online, em Campinas

O grupo Ufo-Gênesis criou um aparelho denominado Ufo-Detector para localizar os Ovnis (Objetos Voadores Não Identificados) que cruzam os céus da região de Piracicaba (170 km de São Paulo).

O aparelho também é vendido aos interessados no tema pela internet, a R$ 120, pelo site do grupo.

Trata-se de um sensível magnetômetro, desenvolvido especialmente para pesquisas ufológicas de campo, capaz de detectar o campo eletromagnético de uma tempestade a um raio de pelo menos 40 quilômetros.

A construção do aparelho levou em conta que grande parte dos UFOs causam interferências eletromagnéticas em aparelhos eletrodomésticos e até automóveis.

"Procuramos projetá-lo para que fosse de fácil manejo e de tamanho reduzido para ser transportado com facilidade", diz o presidente do grupo, o atrólogo Francisco Henrique Conejo Cervello, conhecido como "professor Michel".

"Além disso, o aparelho também é ótimo para identificar tempestades se aproximando", completa Cervello.

O Ufo-Gênesis sugere que, por causa da grande sensibilidade do aparelho, ele deva ser utilizado longe das cidades por estar sujeito a interferências de campos eletromagnéticos de postes de alta tensão e todo tipo de aparelhos eletrodomésticos.

Características

Alimentado por 4 pilhas comuns tipo lapiseira, o Ufo-Detector possui chave seletora de alerta com led e bip ou só led silencioso e botão de ajuste de sensibilidade.

Tem formato de um maço de cigarros e mede 8cm x 6cm x 12cm.

Leia mais
  • Relatório de ufólogos registra 37 aparições de Ovnis em Piracicaba

  • "Charuto" assusta moradores da "Rota Caipira dos Ovnis"

  • Adolescente de Limeira filmou o "charuto" no ano passado

  • Campinas prepara congresso internacional sobre ufologia


  • Enquete
  • Você já viu um OVNI?


  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página