Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/05/2001 - 19h44

Fokker da TAM derrapa no aeroporto internacional do Paraná

Publicidade

free-lance para a Agência Folha, em Curitiba

Um avião Fokker 100 da TAM pousou fora da pista, no aeroporto internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR), ontem à noite. O avião parou na grama, a 70 metros da pista, e provocou a suspensão de vôos por uma hora e 50 minutos. Não houve necessidade de atendimento médico aos passageiros.

Chovia moderadamente na hora do pouso, às 22h32. Quando o trem de aterrissagem tocou a pista, deu-se o fenômeno de hidroplanagem (deslocamento dos pneus no contato com poças de água na pista), conforme informação da assessoria de imprensa da TAM, em São Paulo.

O avião derrapou por cerca de 300 metros, até parar no canteiro lateral direito da pista, a 20 metros do ponto de taxiamento das aeronaves.

O Fokker 100 fazia o vôo 3003, que partiu do aeroporto de Guarulhos, às 21h34, levando 18 passageiros e sete tripulantes a bordo. A aterrissagem irregular não causou ferimentos.

Conforme o gerente de segurança da Infraero, em São José dos Pinhais, Luiz Alberto Bittencourt, os passageiros estavam tranquilos ao desembarcar.

Passageiros e tripulantes saíram pela escada do próprio avião e foram levados até a sala de desembarque num ônibus do aeroporto.

A permanência do avião numa das pistas provocou o cancelamento de quatro vôos, mas o aeroporto não ficou totalmente fechado. A segunda pista funcionou normalmente.

Uma equipe de manutenção da própria TAM se deslocou de São Paulo para Curitiba, para uma avaliação na aeronave, e descartou estragos mecânicos. O avião voltou para São Paulo, onde foi liberado para cumprir novos vôos no final da tarde. O Fokker 100 tem capacidade para 108 passageiros.

O incidente está sendo investigado pela TAM e pelo Centro Integrado do Comando da Aeronáutica.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página