Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/08/2003 - 18h34

Rebeldes sem causa "brincam" com telão da Paulista

da Folha Online

Com controles remotos e celulares em punho, cerca de 70 pessoas concentraram-se às 15h em frente ao telão que fica próximo ao prédio da Gazeta, no número 900 da avenida Paulista. Era o segundo "flashmob" (algo como multidão instantânea) ocorrido na cidade.

Mania nos Estados Unidos e Europa, a manifestação reúne grupos organizados que promovem ações sem nenhum sentido aparente em cidades como Nova York, Londres e Roma.

Desta vez, eles simularam por três minutos uma tentativa de mudança da programação do telão da Paulista e foram embora em seguida, como se nada tivesse acontecido.

Como aconteceu na última quarta-feira em São Paulo, quando cem pessoas tiraram cada uma delas um dos sapatos no cruzamento da Paulista com a rua Augusta.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), não houve solicitação de proteção ou de desvio de tráfego nas duas ocasiões. As manifestações também não teriam atrapalhado o trânsito.

Leia mais
  • Grupo articula primeira "multidão-relâmpago" no Brasil
  • Loja de brinquedos em Nova York é invadida por "multidão-relâmpago"
  • Nova-iorquinos se divertem com "multidão-relâmpago"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página