Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/03/2006 - 12h54

Ministério Público pede que Google explique crimes no Orkut

Publicidade

da Folha Online

O Ministério Público Federal de São Paulo intimou diretores do Google no Brasil a explicar crimes ocorridos por meio do site de relacionamento Orkut, página mantida pelo gigante site que domina o setor de buscas na internet.

Segundo denúncia apresentada pela ONG Safernet (www.safernet.org.br), o site de relacionamentos, cuja maioria (mais de 70%) dos participantes é brasileira, tem distribuido pornografia infantil, cometido crimes contra os direitos humanos e facilitado o tráfico de drogas.

A Safernet é formada por advogados, programadores e colaboradores de várias áreas profissionais que vasculham sites atrás de sinais de crimes na internet.

A assessoria de imprensa do Google no Brasil confirmou apenas que a intimação foi recebida e que pedia esclarecimentos por parte do diretor-geral da empresa no Brasil, Alexandre Hohagen.

A ONG declarou, por sua vez, que não quer a retirada do site do ar --o classifica como uma fantástica ferramenta de comunicação--, mas quer saber que medidas a companhia está adotando para coibir os crimes.

A audiência, fechada, está marcada para as 14h30 desta sexta-feira.

Leia mais
  • Foto em site de relacionamento rende prisão nos EUA
  • Adolescentes se arriscam na web, dizem autoridades
  • Conheça os crimes virtuais mais comuns

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o site Orkut
  • Leia mais no especial sobre crimes virtuais
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

    Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

    Celulares | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página