Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
 
 

Lista de textos do jornal de hoje Navegue por editoria

Esporte

  • Tamanho da Letra  
  • Comunicar Erros  
  • Imprimir  

Tecnologia apita e dá gol para a França

Pela 1ª vez na Copa, sistema ajuda árbitro a decidir se a bola ultrapassou ou não a linha

FELIPE BÄCHTOLD DE PORTO ALEGRE

Uma tranquila vitória da França sobre Honduras neste domingo (15), em Porto Alegre, marcou o início do uso da tecnologia para tirar dúvida da arbitragem na Copa.

No dia em que os hinos das duas equipes não foram tocados antes da partida devido a uma falha no sistema de som do estádio, o equipamento que verifica se a bola ultrapassa a linha sob a trave foi posto à prova.

O lance polêmico aconteceu no início do segundo tempo. O atacante francês Benzema escorou cruzamento de Valbuena e acertou a trave. A bola percorreu a linha do gol, bateu no goleiro hondurenho Valladares e entrou. O arqueiro ainda tirou a bola de dentro da meta e fez surgir a dúvida se havia sido gol.

Após segundos de incerteza, o árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci validou o gol com a ajuda do sistema. O telão do Beira-Rio exibiu o trajeto da bola e a passagem pela linha, em situação parecida com a que se vê nas transmissões de partidas de tênis.

Mesmo com o aval da tecnologia, torcedores nas arquibancadas e o técnico de Honduras, Luis Suárez, reclamaram muito da decisão. Após o jogo, o treinador justificou que, em um primeiro momento, o sistema acusou que não havia sido gol e depois o validou. "Se a bendita máquina diz que não, depois que sim, qual é a verdade?"

Já o técnico francês Didier Dechamps chamou o equipamento de "boa solução".

A arbitragem declarou que o gol polêmico e histórico foi de Valladares, contra.

O tento foi o segundo da França. No fim do primeiro tempo, Benzema marcou de pênalti. Wilson Palacios, que cometeu a falta, foi expulso.

Na segunda etapa, com um jogador a mais, a França administrou o jogo. Principal nome da França no Mundial após o corte de Ribéry, Benzema fez 3 a 0 aos 26min, depois de um bate-rebate em cobrança de escanteio.

Os franceses conseguiram sua primeira vitória em Copas desde o Mundial de 2006.

A equipe volta a campo na sexta-feira (20), em Salvador, contra a Suíça, que também ganhou na estreia. No mesmo dia, Honduras enfrenta o Equador em Curitiba.


Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página