Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/10/2010 - 10h10

Galeria expõe cenários de cidades italianas que inspiraram game Assassin's Creed

Publicidade

AMANDA DEMETRIO
DE SÃO PAULO

Belas pinturas de cenários de cidades italianas estão sendo expostas na galeria Arludik, em Paris, até 30 de outubro. A situação é até esperada, mas, desta vez, a razão é inusitada: são telas conceituais criadas por um time de artistas na pré-produção dos jogos Assassin's Creed, Assassin's Creed 2 e Assassin's Creed Brotherhood --o último será lançado somente em novembro.

A produtora do jogo, Ubisoft, teve a ideia após avaliar a qualidade do trabalho feito na pré-produção do jogo, que se passa na Itália. "Eram trabalhos à mão riquíssimos que não iriam aparecer na versão digital do jogo e que fazem parte do cenário cultural contemporâneo e da linguagem pop urbana", disse Bertrand Chaverot, diretor-geral da Ubisoft Brasil.

Divulgação
Uma das telas que serviram de conceito na criação da franquia Assassin's Creed; material está exposto em Paris
Uma das telas que serviram de conceito na criação da franquia Assassin's Creed; material está exposto em Paris

A exposição inclui 35 peças que nunca foram vistas pelo público. Segundo a Ubisoft, as telas foram avaliadas e estarão à venda por preços de 600 a 2.000.

As obras são reproduções de cenas reais, que serviram como base para a criação da parte digital do jogo.

HISTÓRIA

Segundo Chaverot, é a primeira vez que a Ubisoft faz uma iniciativa do tipo porque calhou de um jogo da produtora combinar videogame com história, arquitetura, renascimento e reproduções reais de cidades como Roma e Florença.

Ele destaca a peça que retrata a Duomo di Firenze (a catedral de Santa Maria Del Fiore, na cidade de Florença) como um dos destaques da exposição. Segundo Chaverot, a peça sintetiza a criação do jogo. "Os artistas mergulham na época, reproduzindo a arquitetura, as construções e o tempo de Leonardo da Vinci e, ao mesmo tempo, inserem o jogador, que pode entrar na história."

Assassin's Creed, a primeira edição, trata de Altair, assassino cujas missões incluem eliminar pessoas das facções em conflito durante a Terceira Cruzada.

Já em Assassin's Creed 2, o usuário toma o papel de Ezio Auditore, jovem da nobreza de Florença, que vê sua família traída e resolve vingá-la -com o apoio de Leonardo da Vinci para ajudá-lo em sua missão.

O trailer da terceira edição do jogo pode ser visto em bit.ly/trailerassascreed.

ENTRETENIMENTO

A galeria parisiense que recebe a exposição se destaca pela tentativa de estimular a arte do entretenimento. A Arludik (arludik.com) recebe artistas que criam peças com histórias em quadrinhos, filmes, cinema, mangá e videogames.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página