Universidades brasileiras ficam fora do top 100 de lista de melhores do mundo

Mais bem posicionada é USP, em 115º lugar, seguida por Unicamp, UFRJ, Unifesp e Unesp

São Paulo | BBC News Brasil

Nenhuma universidade brasileira está entre as 100 melhores do mundo, segundo a mais recente edição do ranking QS (Quacquarelli Symonds), um dos mais importantes de educação superior.

A mais bem posicionada é a USP, em 115º lugar, seguida por Unicamp (233º lugar), UFRJ (380º lugar), Unifesp (420º lugar) e Unesp (493º lugar).

Ranking da QS é um dos mais importantes do mundo
Ranking da QS é um dos mais importantes do mundo - Getty Images

Apesar de não figurar entre as 100 melhores do mundo, a USP vem subindo no ranking. Em 2017, ocupava o 121º lugar, passou para o 118º em 2018 e, ano passado, chegou ao 116º.

10 melhores universidades do mundo

  1. Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), EUA
  2. Universidade de Stanford, EUA
  3. Universidade de Harvard, EUA
  4. Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), EUA
  5. Universidade de Oxford, Reino Unido
  6. Escola Politécnica Federal de Zurich, Suíça
  7. Universidade de Cambridge, Reino Unido
  8. Imperial College London, Reino Unido
  9. Universidade de Chicago, EUA
  10. Universidade College London, Reino Unido

Catorze universidades brasileiras aparecem entre as mil melhores universidades do mundo deste ano, de acordo com o ranking.

A Universidade de Buenos Aires, na Argentina, foi considerada a melhor universidade da América Latina, em 66º lugar.

Lidera o ranking pelo nono ano consecutivo o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos.

Em seguida, estão a Universidade de Stanford (EUA), a Universidade de Harvard (EUA), o Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA) e a Universidade de Oxford (Reino Unido), respectivamente.

Apesar da predominância de instituições de ensino americanas no topo do ranking, o número de universidades dos EUA entre as 100 melhores do mundo caiu de 32 para 27 nos últimos cinco anos.

O ranking, divulgado nesta quarta-feira (10 de junho) e publicado anualmente, leva em conta entrevistas com acadêmicos e empregadores, o impacto de pesquisas desenvolvidas pelas universidades com base em citações em publicações acadêmicas e o índice h, que mede o número de citações vinculadas a um pesquisador e o número de estudantes e professores internacionais, entre outros fatores.

Em meio ao coronavírus, aulas estão sendo realizadas online
Em meio ao coronavírus, aulas estão sendo realizadas online - Getty Images

Trata-se de um indicador de referência para estudantes e professores sobre o desempenho acadêmico das universidades no mundo.

Completam a lista das dez melhores universidades do mundo a ETH Zürich (Suíça), em sexto lugar, a Universidade de Cambridge (Reino Unido), em sétimo, a Imperial College (Reino Unido), em oitavo, a Universidade de Chicago (EUA), em nono, e a UCL (Reino Unido), em décimo.

Enquanto isso, as universidades asiáticas melhoraram seu desempenho: 26 universidades na China, Coreia do Sul, Hong Kong, Japão, Cingapura, Malásia e Taiwan estão agora entre as 100 melhores.

10 melhores universidades do Brasil

  1. USP: 115
  2. Unicamp: 233
  3. UFRJ: 380
  4. Unifesp: 420
  5. Unesp: 493
  6. PUC-Rio: 651-700
  7. UFMG: 651-700
  8. UFRGS: 701-750
  9. PUC-SP: 801-1000
  10. UnB: 801-100
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.