Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/01/2004 - 08h33

Mundo está mais rico, mas com qualidade de vida pior, diz estudo

Um centro de estudos americano, a WorldWatch, advertiu para o fato de que o consumo global de produtos e serviços está crescendo tão rapidamente que se tornou "ecologicamente insustentável".

Num novo relatório, o instituto diz que mais de um quarto da população mundial, cerca de 1,7 bilhão de pessoas, agora participa da chamada "classe consumidora", adotando alimentação, sistemas de transporte e estilos de vida que eram limitados anteriormente às nações ricas da Europa, Estados Unidos, Canadá e Japão.

A WorldWatch concluiu, que, em muitos países, como os Estados Unidos, o consumo excessivo está tornando as pessoas pouco saudáveis e piorando sua qualidade de vida.

O relatório diz que o alto consumo não é um problema em si, mas diz: "Altos níveis de obesidade e dívidas pessoais, menos tempo livre e meio ambiente danificado são sinais de que o consumo excessivo está diminuindo a qualidade de vida de muitas pessoas", diz o documento.

Continua...
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página