Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/02/2006 - 10h39

Carne vermelha pode danificar DNA, diz estudo

da BBC Brasil

Pesquisadores acreditam que uma dieta rica em carne vermelha tem mais chances de causar câncer porque o alimento danificaria o DNA. O estudo da Open University britânica publicado no jornal médico "Cancer Research" comparou dietas repletas de carnes vermelhas com vegetarianas.

Estudos anteriores haviam estabelecido a ligação entre o câncer de intestino e a ingestão de grandes quantidades de carne vermelha.

No ano passado, a mesma equipe havia publicado um estudo dizendo que as chances de uma pessoa que come duas porções diárias de carne vermelha adquirir câncer seriam um terço maior do que as de quem come menos de uma porção semanal.

Moderação

No estudo atual, a equipe examinou células de voluntários saudáveis, mas com dietas variadas entre eles. Eles encontraram um grau maior de dano nas células retiradas de pessoas que comem carne vermelha regularmente.

A equipe acredita que a causa seja a presença de substâncias chamadas composto n-nitroso, formadas no intestino grosso após a ingestão de carne. Estes compostos se combinariam com o DNA, modificando-o. O código genético tenderia então a sofrer mutações maléficas, aumentando as chances de câncer.

Os pesquisadores lembram que um terço dos casos de câncer é causado pela alimentação e que a saída seria uma alimentação balanceada, com boa presença de frutas, verduras e fibras.

Leia mais
  • Software calcula efeitos do sol e pode prevenir câncer

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre câncer
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página