Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/11/2003 - 04h29

Advogado diz que família Jafet não conhece juízes

Publicidade

da Folha de S.Paulo

O advogado Carlos Hamoi, que cuida de todas as propriedades do grupo Jafet, diz que a família não conhece os juízes autores das decisões. "Não conhecemos nenhum desembargador. Só queremos o que for correto. Não importa quem decidiu. Nossos direitos estão garantidos", afirma.

O advogado dos autores da ação de indenização, Rogério Lauria Tucci, procurado pela Folha, não telefonou ao jornal até o final da edição.

Hamoi afirma que os autores da ação inicial de indenização já são falecidos. "A área pertence ao grupo desde 1951. Está registrada. Nós éramos foreiros. Anexamos no processo todos os pagamentos dos foros respectivos. Entramos com a ação em 1979". "Ainda não recebemos nenhum centavo", argumenta Hamoi.

O advogado de Paulo Maluf, Ricardo Tosto, confirmou que Nelly Maluf Jafet é irmã do ex-prefeito. Ela está nos autos como viúva de Ricardo Jafet.

O juiz federal Casem Mazloum diz que não atuou na sessão que anulou o julgamento anterior. "Na votação, não se discutem valores. Eu teria que ter bola de cristal para saber, cinco anos depois, que a indenização chegaria a esse valor", diz o juiz.

"Os valores, na época, eram em cruzados. Não tinha idéia se era pouco ou muito", diz Mazloum. "Quem vota normalmente não fica examinando o processo. Verifica se o voto do relator está acompanhando a lei ou não", diz o juiz.

A Folha não conseguiu localizar o desembargador Roberto Haddad, tendo deixado recado na secretária eletrônica do magistrado.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página