Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/05/2005 - 12h58

Morre em São Paulo o ex-deputado Diogo Nomura

Publicidade

da Folha Online

O ex-deputado estadual e federal Diogo Nomura morreu na tarde desta quinta-feira, aos 85 anos, no Hospital Santa Cruz, em São Paulo, vítima de falência múltipla de órgãos e pneumonia atípica.

Formado em Odontologia pela USP e em Direito pela Universidade de São José dos Campos, Diogo Nomura teve longa carreira política, iniciada na cidade de Marília (SP), onde foi vereador de 1951 a 1954.

Divulgação
O ex-deputado Diogo Nomura
O ex-deputado Diogo Nomura
Em 1963, foi eleito para dois mandatos consecutivos na Assembléia Legislativa de São Paulo. Na década de 70, foi deputado federal por cinco legislaturas, a última delas terminada em 1994.

Diogo Nomura foi um incansável defensor das tradições nipônicas no país, notadamente em São Paulo. Colaborou com dezenas de municípios, em especial Marília, para onde ajudou a levar 11 faculdades, entre elas a de Medicina.

Foi presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara Federal e chefiou missões parlamentares ao Japão, Taiwan, China, Chile, Coréia, Paquistão, Índia, Itália, Portugal, Espanha, Dinamarca, Inglaterra, França, Alemanha e Áustria.

Recebeu condecorações federais, como a Ordem do Rio Branco, Ordem do Congresso Nacional, Ordem do Mérito Naval, Ordem do Mérito Aeronáutico e Ordem do Mérito Santos Dumont. Em São Paulo, recebeu, entre outras, a Ordem do Ipiranga.

Velório

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito José Serra (PSDB) estiveram ontem no velório do ex-deputado, na Assembléia Legislativa de São Paulo. "Diogo Nomura foi o primeiro político a representar a colônia japonesa de forma nacional. Ele foi o pioneiro", afirmou o governador.

O prefeito José Serra disse que Nomura foi um homem muito importante e que seus filhos deveriam ter muito orgulho dele. A sessão de ontem da Câmara Municipal de São Paulo foi encerrada em homenagem ao ex-parlamentar.

O corpo do deputado será levado hoje, às 14h, para o Crematório de Vila Alpina, na zona leste de SP.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre deputados estaduais
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página