Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
04/04/2006 - 12h42

Conselho de Ética aprova pedido de cassação de Josias Gomes

Publicidade

da Folha Online

Conselho de Ética da Câmara aprovou por 10 votos a 1 o relatório contra o deputado Josias Gomes (PT-BA) por quebra de decoro parlamentar. Ele é acusado de ter se beneficiado do esquema do "valerioduto".

O relatório, elaborado pelo deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), pede a cassação do parlamentar sob o argumento de que Gomes admitiu ter recebido dinheiro de caixa dois por duas vezes.

Em sua defesa, o deputado alegou que usou os recursos para pagar dívidas da campanha de 2002.

O processo de Gomes foi posto em votação na semana passada, mas foi interrompido pelo pedido de vista de Neide Aparecida (PT-GO).

O processo contra Josias segue agora para votação no plenário da Câmara. Apesar do Conselho de Ética recomendar a cassação do mandato do parlamentar, o plenário tem votado na maioria das vezes pela absolvição do parlamentar. Dos parlamentares acusados de envolvimento direto ou indireto com o "valerioduto", apenas três foram cassados e sete foram absolvidos. Outros quatro renunciaram e estão habilitados a concorrer nas próximas eleições.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o deputado Josias Gomes
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página