Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/07/2006 - 19h19

Após denúncia, Kapaz pede afastamento do Etco

Publicidade

da Folha Online

O empresário e ex-deputado Emerson Kapaz pediu licença da presidência do Etco (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial nesta quinta-feira após denúncias sobre seu suposto envolvimento com a Planam --empresa acusada de liderar a máfia das ambulâncias. Kapaz aparece entre os investigados pela CPI dos Sanguessugas.

Segundo versão do empresário Luiz Antônio Vedoin, um dos sócios da Planam, publicada pela "Veja", Kapaz teria indicado cinco contas para depósito da comissão cobrada pela liberação de suas emendas. Entre as contas, estaria a de sua ex-mulher, Laura Hosiasson.

"[...] o Conselho de Administração do Instituto Etco acolheu solicitação do presidente executivo, Emerson Kapaz, no sentido de licenciar-se das funções que vem desempenhando desde a criação da entidade em 2003", diz nota publicada hoje pela entidade.

No comunicado, o Etco informa que Kapaz quer se "concentrar, exclusivamente, na elucidação dos fatos a ele referidos".

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  • Enquete: os partidos devem expulsar os parlamentares citados na lista da CPI dos Sanguessugas?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página