Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/08/2006 - 18h20

PPS afasta deputado envolvido com sanguessugas

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (PE), afastou nesta terça-feira o deputado Fernando Estima (SP) do partido até que a comissão de ética da legenda encerre as investigações sobre a suposta participação dele no esquema dos sanguessugas. Se concluir pelo envolvimento do deputado, o PPS impedirá que Estima concorra nas eleições de outubro.

Estima é o primeiro parlamentar supostamente envolvido com o esquema dos sanguessugas a ser punido politicamente. As demais siglas que têm parlamentares envolvidos anunciaram que vão esperar o encerramento das investigações para definir as sanções.

Segundo Freire, o PPS decidiu se antecipar porque se ficar comprovada a participação de Estima no esquema o partido já deixa claro que "não é responsável por um irresponsável que se envolveu em ilicitudes".

O partido não tem prazo para finalizar a investigação, mas o presidente nacional do PPS afirmou que a idéia é concluir "o mais rápido possível", antes das eleições. "O partido dificilmente vai aceitá-lo como candidato", disse.

De acordo com Freire, o fato de Estima não ter tomado providências como acionar a Justiça para esclarecer as denúncias contra ele soou estranho ao PPS. O deputado negou ao partido participação no esquema, mas não se movimentou para que seu nome fosse retirado das investigações.

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  • Enquete: os partidos devem expulsar os parlamentares citados na lista da CPI dos Sanguessugas?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página