Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/08/2006 - 09h21

Lula muda comício para evitar sanguessuga

Publicidade

SERGIO TORRES
da Folha de S.Paulo, no Rio de Janeiro

Para fugir de parlamentares e prefeitos acusados de envolvimento com a máfia dos sanguessugas, o comando da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu de Nova Iguaçu para Niterói o ato em que estará hoje ao lado do candidato petista ao governo do Rio, Vladimir Palmeira.

Principal cidade da Baixada Fluminense, Nova Iguaçu é uma espécie de foco sanguessuga na política fluminense. Em depoimentos, o empresário Luiz Antônio Vedoin disse ter subornado auxiliares do prefeito Lindberg Farias, do PT.

Apesar do constrangimento que poderá causar ao presidente, Lindberg disse ontem à Folha que pretende ir a Niterói, levando com ele militantes de Nova Iguaçu. Se for, deverá subir no palanque de Lula.

Além de Lindberg, que nega a acusação de envolvimento com o esquema, poderiam participar do comício em Nova Iguaçu os deputados federais Fernando Gonçalves (PTB), Reinaldo Gripp (PL) e Carlos Nader (PL).

A CPI dos Sanguessugas recomendou ontem a abertura de processo de cassação contra os três, também acusados por Vedoin. Gonçalves, Gripp e Nader são candidatos à reeleição por partidos da base aliada a Lula.

Também poderia estar no comício em Nova Iguaçu o prefeito petista André Ceciliano, de Paracambi. Ele trabalhou como secretário de Governo de Lindberg em 2005. Segundo Vedoin, Ceciliano levou dinheiro da máfia tanto em Nova Iguaçu quanto em Paracambi. Como Lindberg, ele nega a acusação.

Dividir palanque com supostos sanguessugas atemoriza o estafe de Lula. O medo é de que as imagens sejam reproduzidas nos programas de TV dos adversários. A transferência de cidades era discutida desde a semana passada. Na terça, ficou decidido que o ato pró-Vladimir ocorrerá em Niterói, cidade a 15 km do Rio governada pelo petista Godofredo Pinto.

O comício em Niterói está marcado para 17h30 na praça Araribóia, em frente à estação das barcas. Às 19h30, Lula deve participar de outro comício, na Cinelândia (centro do Rio), em apoio à candidatura a governador de Marcelo Crivella (PRB, partido do vice José Alencar).

Oficialmente, a transferência do comício para Niterói é creditada pela Prefeitura de Nova Iguaçu a dificuldades para organizar o evento. Lindberg disse não haver tempo para a preparação de um ato que reunisse de 30 mil a 40 mil pessoas.

"Falei para o Vladimir que não conseguiria organizar. Ligamos para o Godofredo, que topou. Isso na terça-feira, às 11h", afirmou ele, que nega que a mudança do local tenha ocorrido em uma tentativa de afastar Lula dos sanguessugas.

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página