Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/08/2006 - 19h19

PV, PPS e PSOL tentam agilizar abertura de processos contra sanguessugas

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

Para dar celeridade aos processos dos 69 deputados acusados pela CPI dos Sanguessugas de envolvimento com a máfia das ambulâncias, PV, PPS e PSOL estudam ingressar no Conselho de Ética da Câmara com representações contra os parlamentares. Isso evitaria que os processos fossem analisados antes pela Corregedoria da Casa.

O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (PE), disse que vai conversar na próxima semana com lideranças do PV e PSOL para discutir o assunto. "O PPS não tem nenhum problema em ingressar com as representações. Nós queremos dar celeridade e condições para que os processos contra os que forem reeleitos tenham continuidade numa nova legislatura", disse Freire.

Membro da CPI dos Sanguessugas, o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), já sinalizou hoje que o seu partido aceita representar contra os deputados denunciados.

Gabeira disse que não confia na Corregedoria, que foi eleita na chapa de Severino Cavalcanti (PP-PE). O progressista renunciou à Presidência da Câmara e ao mandato depois de envolvido em denúncias de corrupção.

O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), é contra as representações dos partidos. Ele teme que os parlamentares denunciados questionem o fato na Justiça, o que pode atrasar ainda mais os julgamentos.
Senado.

No Senado, os processos seguem automaticamente para o Conselho de Ética, a não ser que o presidente da Casa decida remetê-los para a Corregedoria. Segundo apurou a Folha Online, a tendência é que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) encaminhe o pedido de investigação contra os três senadores citados pela CPI diretamente para o Conselho.

Não seria por vontade própria. Os senadores teriam pedido a Calheiros para que a conclusão das investigassem fosse acelerada. A expectativa é que se livrem da cassação do mandato e ainda consigam recuperar suas campanhas nos Estados.

Leia mais
  • CPI dos Sanguessugas denuncia 72 parlamentares; veja lista
  • CPI dos Sanguessugas absolve 18 parlamentares

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Enquete: os partidos devem expulsar os parlamentares citados na lista da CPI dos Sanguessugas?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página