Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/09/2006 - 16h58

Serra elogia FHC e evita comentar divisão do PSDB

Publicidade

EPAMINONDAS NETO
da Folha Online

O candidato do PSDB ao governo paulista, José Serra, elogiou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, autor da carta aberta que quase provocou polêmica no PSDB e motivou reações inclusive do partido aliado, o PFL.

Na carta, o ex-presidente faz críticas à condução do PSDB no caso Eduardo Azeredo e pede uma revisão do programa do partido. "Basicamente, é um chamamento ao PSDB e seus partidários no sentido de retomar sua linha programática", disse ele, em entrevista publicada hoje na Folha de S.Paulo.

"O Fernando Henrique Cardoso é um homem que tem uma visão nacional e demonstrou isso em 8 anos como presidente da República. É uma grande autoridade pública, que é bem preparado. É um homem democrático", afirmou ele, durante campanha por Vila Natal, na zona sul da capital paulista.

"Eu sempre acompanho com interesse o que ele diz e que ele escreve", acrescentou e evitou comentar se havia uma divisão no PSDB.

Hoje, a Folha trouxe reportagem sobre uma suposta divisão do partido, com Geraldo Alckmin, o presidenciável da legenda, e o governador e candidato à reeleição Aécio Neves, contra o próprio Serra e o ex-presidente FHC, por conta das eleições de 2010.

Leia mais
  • Erramos: Serra elogia FHC e evita comentar sobre divisão do PSDB
  • Alckmin e Aécio se unem contra Serra e FHC
  • CPI dos Sanguessugas denuncia 72 parlamentares; veja lista
  • CPI dos Sanguessugas absolve 18 parlamentares

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página