Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/10/2006 - 12h36

Olívio Dutra diz que disputa no Rio Grande do Sul será acirrada

Publicidade

CRISTINA CHARÃO
da Folha Online, em Porto Alegre

O candidato do PT ao governo do Estado do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, disse estar confiante de que a disputa com a tucana Yeda Crusius será acirrada. A avaliação, de acordo com o petista, é fruto do "entusiasmo" demonstrado pela militância no segundo turno.

Dutra iniciou esta etapa da disputa eleitoral 25 pontos atrás de Yeda, mas pesquisas divulgadas na semana passada mostram que esta diferença caiu para 10 pontos.

No início da manhã, o candidato recebeu as principais lideranças do PT e do PC do B no Estado para um café em um hotel no centro de Porto Alegre.

Dutra atribuiu a diminuição da diferença nas pesquisas de intenção de voto à identificação da população com as propostas de "aprofundar o processo democrático de participação direta" e de combinar "políticas sociais com políticas econômicas".

Para o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, o fato do debate no segundo turno ter se centrado menos nos temas da corrupção e mais nas propostas de governo, tanto na disputa estadual como na corrida presidencial, foi positivo para a candidatura de Olívio Dutra.

"Tivemos um primeiro turno policial e um segundo turno político", avaliou o ministro.

Olívio Dutra cumpre agenda de entrevistas e deve votar às 15h em um colégio na zona norte da capital gaúcha.

Leia mais
  • Serra diz que história recente tem exemplos de "virada" eleitoral
  • FHC diz que "3º turno" é "golpismo", mas defende investigação de denúncias
  • Alckmin diz confiar no futuro; Lula agradece a Deus por disputa em 2º turno
  • Sem declarar voto, presidente do TSE diz que votou em quem vai ganhar

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página