Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/05/2002 - 07h18

Lagarta da couve-flor produz repelente natural de insetos

da Folha de S.Paulo

Cientistas nos Estados Unidos descobriram por que uma praga que ataca plantas como a couve e a couve-flor é tão disseminada pelo planeta: a lagarta dessa borboleta produz o seu próprio repelente de insetos.

A lagarta da borboleta conhecida pelo nome científico Peris rapae é totalmente coberta de "pêlos", na ponta dos quais está sempre presente uma gotícula de uma substância oleosa.

Os oito pesquisadores, da Universidade Estadual do Arizona e da Universidade Cornell, demonstraram que a substância repele predadores como formigas. E, ao analisar quimicamente esse fluido, viram-se às voltas com uma nova classe de compostos químicos, semelhantes aos que as plantas usam para se defender de insetos.

Os compostos foram batizados de "mayolenos", uma homenagem a uma pesquisadora de Cornell, May Berenbaum, pioneira das pesquisas na área.

As lagartas testadas são bem pequenas: têm em média 4,5 milímetros de comprimento. Para coletar a substância na ponta dos "pêlos", os cientistas precisaram usar uma finíssima micropipeta de vidro.

Imagens feitas com a ajuda de um microscópio eletrônico mostraram que a ponta dos "pêlos" é bem esculpida, ficando com uma forma apta a prender a gotícula do repelente.

Os experimentos consistiram em colocar uma lagarta em placas-de-Petri _recipientes redondos e rasos de vidro_ e examinar o que acontecia quando ela interagia com uma formiga (da espécie Crematogaster lineolata). O contato entre as duas era filmado.

Uma descoberta foi o tempo maior que a formiga passava se limpando _algo que os cientistas atribuem ao contato com a secreção da lagarta. Depois desse contato inicial, as formigas também evitavam chegar perto das lagartas. O estudo foi publicado na última edição da revista "PNAS" (www.pnas.org), da Academia Nacional de Ciências dos EUA. (RICARDO BONALUME NETO)
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página