Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2006 - 13h21

Pressionado, McDonald's aceita vender brinquedo sem McLanche Feliz

Publicidade

da Folha Online

Pressionado pelo Ministério Público Federal, o McDonald's concordou em passar a vender o brinquedo que acompanha o McLanche Feliz sem a necessidade da compra do sanduíche.

A ação do Ministério Público em São Paulo ocorreu após o recebimento de reclamações de pais que se sentiam obrigados a comprar o lanche quando seus filhos queriam apenas o brinquedo. O McLanche Feliz custa hoje R$ 9,45.

A rede de lanchonetes assinou um termo de ajustamento de conduta em que se compromete a implantar o novo sistema de venda dos brinquedos em até nove meses. Caso descumpra o termo, o McDonald's ficará sujeito a uma multa diária de R$ 100 mil.

Segundo o Ministério Público, o prazo de nove meses foi concedido à empresa devido a questões operacionais, como a necessidade de encomendar os brinquedos com uma antecedência de seis meses, renegociar contratos e treinar empregados, entre outras coisas.

A Folha Online apurou que o Ministério Público também vai tentar chegar a um acordo com outras redes de lanchonetes para fazer com que também a passem a vender brinquedos ou brindes em separado.

A preocupação da Procuradoria é evitar que principalmente o público infantil seja estimulado ao consumo por meio desse tipo de promoção.

Procurada, a assessoria de imprensa do McDonald's informou que não comentaria a ação do Ministério Público nem forneceu mais detalhes sobre o acordo fechado.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o McDonald's
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página