Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2001 - 19h26

Petrobras será punida com multa por vazamento da P-36

Publicidade

PATRÍCIA ZIMMERMANN
da Folha Online, em Brasília

A Petrobras será punida pelo vazamento de óleo diesel provocado pela plataforma P-36, que afundou hoje.

A informação é do coordenador-regional do Ibama no Rio de Janeiro, Carlos Henrique Mendes.

Ele informou que até o final desta semana encaminhará ao presidente do Ibama, Hamilton Nobre Casara, um laudo sobre as dimensões e o impacto ambiental do vazamento na área da P-36, na bacia de Campos (RJ).

Avaliação preliminar, realizada hoje à tarde, indicou que cerca de 600 mil litros de óleo diesel vazaram da P-36. Até a manhã desta quarta-feira, mais 600 mil litros do combustível restantes devem se espalhar na região.

Segundo Mendes, a boa notícia do ponto de vista ambiental é de que a mancha não está se deslocando em direção ao continente, facilitando o trabalho dos 11 navios encarregados de retirar o óleo do mar.

Além disso, o diesel, por ser um óleo leve e de fácil evaporação, provocará um impacto ambiental menor, segundo Mendes.

Não há informação ainda do vazamento de 300 mil litros de óleo cru que também estavam nos dutos da plataforma.

O valor da multa deverá ser definido pelo presidente do Ibama e pelo ministro Sarney Filho (Meio Ambiente).
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página