Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/11/2005 - 09h14

Unesp expulsa alunos pela 1ª vez na história

Publicidade

FABRÍCIO FREIRE GOMES
da Folha de S.Paulo, Ribeirão Preto

A reitoria da Unesp (Universidade Estadual Paulista) expulsou anteontem sete alunos do curso de história do campus de Franca. A punição se refere a protesto realizado pelos estudantes no último dia 2 de agosto, quando eles urinaram, defecaram e vomitaram na frente do reitor da Unesp, Marcos Macari, e do diretor do campus, Hélio Borghi. É a primeira expulsão de alunos da história da Unesp.

Os estudantes ainda podem recorrer no Conselho Universitário, mas a medida entrou em vigor imediatamente com a publicação no "Diário Oficial" do Estado no sábado.

Segundo a assessoria da Unesp, os estudantes teriam infringido quatro artigos do regimento, incluindo a perturbação do bom funcionamento da administração e a prática de ato contra a integridade moral e os bons costumes.

A partir desta semana Bruno Eduardo Levorin, 19, Petras Haruan Lago Antonelli, 20, Iamara de Almeida Nepomuceno, 22, Felipe Luiz, 18, Tais Matheus da Silva, 19, Marcus Vinicius Costa da Conceição, 18, e Rafael Morato Zanatto, 19, não podem mais freqüentar as aulas.

Felipe Luiz, um dos expulsos, disse que a manifestação era contra a falta de estrutura da universidade. Em relação à punição, o estudante disse que a medida foi "exagerada" porque todos os alunos são primários.

O advogado Eduardo Costa Berbel, que representa os alunos punidos, disse que vai recorrer da decisão, tanto ao Conselho Universitário, quanto na Justiça. Ele afirmou ainda que vai pedir liminar para garantir a presença dos alunos nas aulas durante a análise do recurso.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Unesp
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página