Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/03/2001 - 18h25

"Brava Gente" volta hoje à programação da Globo

Publicidade

da Folha Online

A série "Brava Gente" reestréia hoje na Globo. O programa vai ao ar após o "Casseta & Planeta, Urgente!", e faz parte da nova programação da emissora.

Lançado entre os especiais de fim de ano apresentados pela Globo em dezembro de 2000, o programa traz a adaptação de contos da literatura nacional e universal, utilizando diferentes tratamentos de linguagem. Cada episódio mostra personagens, histórias e vários aspectos característicos do povo brasileiro.

Está prevista a exibição de 16 episódios, adaptados e dirigidos por diferentes roteiristas e diretores, que vão ao ar semanalmente, nas noites de terça-feira.

Veja a sinopse de alguns dos episódios:

"História de Carnaval"

Inspirado no conto "A Morte da Porta-Estandarte", do brasileiro Aníbal Machado, e no clássico 'Otelo', do dramaturgo inglês William Shakespeare, 'História de Carnaval' foi adaptado por Tiago Santiago e dirigido por Herval Rossano. O episódio conta a história de amor de Rosinha (Juliana Paes) e Marcelo (Norton Nascimento). Ela é porta-bandeira da escola da qual Marcelo, seu marido, é diretor. Com inveja e raiva de Marcelo, Tiago (Edson Montenegro) arma uma intriga e faz Marcelo acreditar que Rosinha e o mestre-sala Armandinho (Raul Gazola) estão tendo um caso. O episódio teve cenas gravadas na quadra da escola de samba Portela, no Rio), e no desfile da escola no Sambódromo do Rio, no domingo de Carnaval. Trilha musical de Leci Brandão.

"A História do Passarinho"

Roberto Talma dirigiu e Geraldo Carneiro adaptou esta comédia - inspirada no conto do cronista Stanislaw Ponte Preta - que mostra a trajetória de Marlicene (Viviane Araújo), uma suburbana cujo desejo é se tornar dançarina de pagode. Quem conta a história é o taxista Oswaldo (Pedro Paulo Rangel), que relata a seu passageiro (Guilherme Karan) como um passarinho ajudou Marlicene a realizar seu sonho, apesar da descrença da mãe (Duse Naccarati) da moça. Guilherme Karan faz outros papéis ao longo do episódio, gravado na Central Globo de Produção, em Jacarepaguá (zona oeste do Rio), nas ruas do Rio e no intervalo das gravações do programa Caldeirão do Huck, na praia de Icaraí, em Niterói, onde Viviane contracenou com o cantor Belo.

"Alandelão de la Patrie"

Conto de João Ubaldo Ribeiro adaptado pelo próprio escritor e por Geraldo Carneiro, "Alandelão de la Patrie" tem no elenco Diogo Vilela (Taóca), Frank Menezes (Cremildo), Ary Fontoura (Dr. Crescêncio, o veterinário) e Stepan Nercessian (Emanuel). A grande estrela da trama, contudo, se chama Alandelão, um touro reprodutor francês que chega a uma fazenda para inseminar as vacas. A história da chegada de Alandelão à fazenda é relatada pelo matuto Taóca (Diogo Vilela) ao amigo Cremildo (Frank Menezes). Ele conta como, em companhia do vaqueiro Emanuel (Stepan Nercessian), tentou interferir na vida sexual do touro francês. Alandelão, porém, não é o único animal a ter papel relevante na trama: o touro Nonô de Bombaim e a vaca Flor de Mel também fazem parte da história. Este episódio tem direção de Roberto Talma.

"O Tocador de Tuba"

O "Tocador de Tuba" foi adaptado para a TV pelo autor Lauro César Muniz, tendo como base um dos quadros da peça "A Infidelidade ao Alcance de Todos", de sua autoria, que estreou em 1966 nos palcos de São Paulo, com direção de Walter Avancini. Durvalino (Pedro Bismarck) é um tocador de tuba que se vê impedido de tocar o instrumento - a grande paixão de sua vida - por causa de uma dor nos dentes. Ele não sabe como poderá participar, com sua tuba, da procissão da cidadezinha onde mora. Enquanto isso, sua mulher Antonieta (Marisa Orth) é assediada pelo candidato a prefeito Carlão (Bruno Garcia). Este faz uma proposta curiosa a Antonieta: visitá-la todos os dias, sem a presença do marido, somente para ficar olhando para ela.

"O Retorno de Ulisses"

Adaptado por Guilherme Vasconcelos de um texto homônimo do mesmo autor, "O Retorno de Ulisses" leva ao público da TV a história da dona-de-casa Alzira (Claudia Jimenez) e de seu marido Ulisses (Ernani Moraes), que retorna ao lar após 15 anos de ausência e encontra a casa repleta de crianças. As gravações estão sendo realizadas no estúdio Tycoon, na Barra (zona oeste do Rio). A direção deste episódio é de Carlo Milani e Jayme Monjardim.

"As Aventuras de Chico Norato Contra o Boto Vingativo"

Livremente inspirado em lendas amazônicas e nos contos "A Vingança do Boto e Singular Passeio na Barriga da Boiúna", de autoria de Arthur Engrácio, este episódio foi escrito por Lúcio Manfredi e terá direção de Jayme Monjardim e Teresa Lampreia. Previsto para ser gravado em abril deste ano, fala sobre a bravura do pescador Chico Norato, que consegue sair do estômago da boiúna e ainda salvar sua aldeia - situada às margens do rio Amazonas - da magia do Boto. O Boto faz o rio engolir a cidadezinha após ser rejeitado por Jacira, a noiva de Chico.

"A Coleira do Cão"

Baseado no conto homônimo do escritor Rubem Fonseca, este episódio retrata a relação entre policiais e bandidos na cidade do Rio de Janeiro. O roteiro é de Antonio Carlos da Fontoura e a direção de Roberto Farias. O ator Murilo Benício interpreta o honesto delegado Vilela, que se vê às voltas com as barbaridades do mundo do crime. Lima Duarte interpreta o detetive Washington, Stênio Garcia faz uma participação como Pernambuco Come Gordo, Chico Diaz faz o bandido Lilico, Vicente Barcellos interpreta o detetive Demétrio e Teresa Seiblitz é Marlene, mulher de Demétrio.

"Lira Paulistana"

Inspirado no poema homônimo do escritor Mário de Andrade, este episódio foi roteirizado por Fernanda Young e Alexandre Machado e será dirigido por Cláudio Torres, da produtora Conspiração Filmes. Trata-se de um conto policial que tem como personagens os detetives Guaraci e Sardinha, o psicopata Pedro - que seduz suas vítimas com variações de linguagem usadas pelos escritores modernistas - e as mulheres Jaci, Catiti e Pindorama.

"A Sonata"

"A Sonata" é uma adaptação livre do conto homônimo de Érico Veríssimo, feita por Júlio Fischer com supervisão de texto de Flávio de Campos. A direção será de Jayme Monjardim. A trama conta a história de Teodoro Crispim, um professor de piano que, ao ler um anúncio em um jornal de 1912 sobre a necessidade de um professor de piano para lecionar para uma moça de família, faz uma viagem no tempo e se apaixona pela jovem aluna Luciana.

"Armas e Corações"

Baseado no conto "Às Seis e Meia, no Largo do Carmo", de Autran Dourado, este episódio tem roteiro de João Emanuel Carneiro e direção de Maurício Farias. Um duelo marcado para seis e meia da tarde no fictício Largo do Carmo dá o tom desta história, que tem clima de faroeste. Os personagens envolvidos são Quincas, filho de um rico fazendeiro, o acovardado Juvenal, o pistoleiro Orozimbo Preto e a prostituta Natália, irmã de Juvenal.

"O Comprador de Fazendas"

Inspirado no original de Monteiro Lobato, este episódio tem adaptação de Jorge Furtado e direção dele e de Carlos Gerbase, ambos da Casa de Cinema, de Porto Alegre.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página