Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/06/2003 - 08h58

Rede TV! engata "namoro" com grupo venezuelano Cisneros

LAURA MATTOS
da Folha de S.Paulo

A Rede TV! "engatou um namoro" com o grupo venezuelano Cisneros, um dos mais poderosos da América Latina. A emissora brasileira assinou, na semana passada, um acordo com a Venevisión International, braço de distribuição audiovisual da companhia.

Pelo contrato, o canal tem direito de exibir duas novelas da empresa e, em troca, dará o mesmo valor que as duas novelas custariam em espaço publicitário para empresas das quais o grupo é acionista, como América Online e DirecTV.

As novelas serão escolhidas nesta semana e exibidas ao longo do próximo ano. O acordo, segundo Marcelo de Carvalho, sócio e vice-presidente da Rede TV!, "marca o início de uma relação que deve ser longa".

De olho na mídia brasileira, o empresário Gustavo Cisneros, proprietário do conglomerado venezuelano, chegou a cogitar a possibilidade de ter um canal de música na TV aberta brasileira. Também ensaiou convênio com o SBT, forte parceiro da rede mexicana Televisa.

Cisneros foi um dos nomes mais citados pelo mercado quando a legislação brasileira passou a permitir a entrada de capital estrangeiro na mídia, no final do ano passado. À época, no entanto, as intenções foram adiadas, já que o Brasil passava por eleições e o grupo enfrentava a grave crise política da Venezuela (Gustavo Cisneros é um dos principais opositores do presidente Hugo Chávez).

Agora, o entusiasmo com a TV brasileira parece reaceso. "Nós da Venevisión International nos sentimos entusiasmados pois esse acordo permite exibir nossa programação num mercado caracterizado por altos níveis de produção e competitividade", disse Luis Villanueva, presidente da Venevisión, em comunicado enviado à Folha pela Rede TV!.

Ibope

Novelas latino-americanas têm rendido à emissora bons resultados de audiência.

A colombiana "Betty, a Feia", segundo a assessoria da Rede TV!, mantém o terceiro lugar no Ibope desde a estréia, com média entre sete e oito pontos. Eventualmente chega à segunda posição, só atrás da Globo.

No ar há duas semanas, "Pedro, o Escamoso", outra colombiana, também consegue boa pontuação. Estreou com cinco de média e garante o terceiro lugar à Rede TV!. O canal não tem planos de produzir novelas e deve investir apenas em séries, com custo menor.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página