Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/03/2005 - 15h49

Após 74 anos, Cristo Redentor torna-se patrimônio nacional

Publicidade

da Folha Online

O Conselho Consultivo do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) do Rio de Janeiro determinou por unanimidade, na quinta-feira, o tombamento do Cristo Redentor. Inaugurada em 1931, a estátua fica sobre o morro do Corcovado, que é tombado desde 1973.
3.jul.04/Folha Imagem
Cristo Redentor, um dos cartões postais do Rio
Cristo Redentor, um dos cartões postais do Rio


Inicialmente, esperava-se que a determinação ocorresse no dia 1º de março, em homenagem ao aniversário de 440 anos da cidade. Entretanto, problemas administrativos causaram seu adiamento.

Com o tombamento, qualquer processo que possa causar a descaracterização ou a destruição da estátua fica proibido por leis específicas. Qualquer cidadão pode solicitar a abertura de um processo de tombamento.

Leia mais
  • Para Iphan, apesar de tardio, tombamento valoriza estátua do Cristo

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o Iphan
  • Leia o que já foi publicado sobre o Cristo Redentor
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página