Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/03/2006 - 16h52

TV Câmara exibe "Falcão - Meninos do Tráfico"

Publicidade

da Folha Online

Quem perdeu a exibição no último domingo no "Fantástico", na Rede Globo, poderá conferir o polêmico documetário "Falcão - Meninos do Tráfico" neste sábado (25), na TV Câmara, a partir das 22h. A produção é sobre crianças e jovens brasileiros que trabalham no tráfico de drogas. Na próxima segunda-feira (27), a Globo News também reprisa o documentário. O programa será apresentado em três blocos, a partir das 23h.

Entre 1998 e 2006, o rapper MV Bill e o produtor Celso Athayde registraram a rotina de jovens de comunidades pobres em todo o país. São representantes de uma geração que cresceu à sombra do tráfico de drogas, porta armas e idolatra bandidos. Os depoimentos geraram 90 horas de gravação, editadas e transformadas no documentário "Falcão - Meninos do Tráfico".

"Falcão" foi produzido pelo centro de audiovisual da Central Única das Favelas, onde vídeos são produzidos e editados por jovens das comunidades. Athayde explica que o objetivo do Projeto Falcão é conscientizar as pessoas a respeito da realidade de jovens, na maioria negros e com famílias desestruturadas, que sustentam suas famílias com dinheiro do tráfico e morrem antes dos 16 anos.

"O que este documentário mostra é que não tem saída. Se é preciso o caos para se começar o novo mundo, a hora é agora. O caos já chegou. Só não está vendo o caos quem mora no asfalto", diz.

MV Bill é carioca da Cidade de Deus, onde mora até hoje. Celso Athayde é um empresário dos movimentos rap e hip-hop. Foi um dos fundadores da CUFA (Central Única de Favelas). .

A TV Câmara está disponível no canal 27, em UHF, no Distrito Federal; no canal 28, na Sky Net; canal 16, na TECSAT; e canal 235, na DIRECTV, além de 169 operadoras locais de TV a cabo.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre "Falcão - Meninos do tráfico"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página