Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/04/2006 - 13h52

Kibe Loco vira TV, apimenta "Caldeirão" e engorda ibope

Publicidade

JULIANA CARPANEZ
da Folha Online

Caso o sucesso da internet se repita na TV, é provável que os telespectadores se divirtam mais nas tardes de sábado. Isso porque o "Caldeirão do Huck" estréia no próximo dia 15 (sábado) o quadro "Kibe Loco TV", que leva ao ar as idéias pouco convencionais do publicitário Antonio Tabet, 31, do site www.kibeloco.blogspot.com.

Arquivo pessoal
Antonio Tabet, que comanda o Kibe Loco
Antonio Tabet, que comanda o Kibe Loco
"Pela segunda vez, um blog de sacanagem ganha outro formato após fazer sucesso na internet", afirma Tabet, comparando seu programa ao livro da ex-prostituta Bruna Surfistinha.

A idéia do novo quadro é fazer humor, fugindo sempre das fórmulas já conhecidas.

"Não quero repetir a mesma piada diversas vezes, como geralmente acontece na TV. A idéia é causar reações diferentes nas pessoas, trabalhar com muito improviso", explica o publicitário que, desde outubro do ano passado, trabalha como roteirista do "Caldeirão".

O quadro terá cerca de dez minutos e, segundo seu criador, vai usar diversos tipos de formatos. Há alguns meses o Kibe Loco deu uma amostra do que estar por vir, usando sua voz para substituir o manjado "obrigado e volte sempre" da cancela de um shopping center.

Divulgação
Kibe Loco TV terá dez minutos no "Caldeirão do Huck"
Kibe Loco TV terá dez minutos no "Caldeirão do Huck"
Comentários absurdos e pedidos insólitos --coisas do tipo "cante uma música"-- surpreenderam os motoristas e, segundo Tabet, aumentaram a audiência do "Caldeirão" em três pontos.

O publicitário afirma que este é apenas um formato explorado pelo quadro, mas prefere manter segredo sobre outras novidades até sua estréia. Ele adianta, no entanto, que nunca mostrará seu rosto no "Kibe Loco TV". "Quero continuar participando, como anônimo, do encontro de publicitários fãs de briga de galo" brinca.

Aqueles que já conhecem o site não devem encontrar piadas repetidas na televisão, já que os temas abordados serão bastante diferentes. Tabet explica que não faria sentido falar, por exemplo, sobre política em um programa transmitido nas tardes de sábado --já na internet, os acontecimentos de Brasília sempre garantem a risada dos visitantes.

Leia mais
  • Crítica: Blogueiros riem por último e invadem "show business"
  • Kibe Loco bate recorde em concurso de blogs
  • Sucesso na internet, Kibe Loco vai para o "Caldeirão do Huck"
  • Humorístico Kibe Loco dribla clichês no país da piada pronta

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o Kibe Loco
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página