Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/04/2006 - 11h48

Beatriz Segall reforça elenco de "Bicho do Mato"

Publicidade

MARIA RITA TEIXEIRA
do Agora

Prestes a completar 80 anos em julho, Beatriz Segall encara em breve dois desafios: enterrar de vez a personagem Odete Roitmann, que mesmo morta marcou a novela "Vale Tudo" (1988), e estrear em casa nova, após tantos anos de Globo --coincidentemente, sua última novela longe da emissora havia sido "Carmem", na Manchete, anterior ao sucesso de Gilberto Braga.

Em "Bicho do Mato", Segall comemora o tratamento recebido na Record ("muito gentil", segundo ela) e a possibilidade de gravar perto de casa --não está certo se ela terá de ir até o Pantanal. Matogrossense, região na qual será gravada a trama, que deve ir ao ar no dia 10 de julho.

Ana Ottoni/Folha Imagem
Beatriz Segall reforça elenco da novela "Bicho de Mato"
Beatriz Segall reforça elenco da novela "Bicho de Mato"
"Parece que só vou gravar no Rio. Mas a história começa de um jeito e termina de outro. Eu não conheço o Pantanal e se tiver que gravar lá, irei", diz Beatriz, que ainda não leu nada sobre a novela. "Não recebi nenhum capítulo até agora, mas a gente tem que arriscar um pouco na vida", brinca a veterana.

A novela "Bicho de Mato", de Bosco Brasil e Cristiane Friedman, vai substituir "Prova de Amor", na Record e contará a história de um interiorano que virá para a cidade grande vingar a morte de seu pai. Segall será uma matriarca que vai implicar com uma neta, que ela não sabia que tinha e vai morar com ela.

Sobre o personagem, a atriz diz que viverá uma reviravolta durante a novela. "Ela [a matriarca] acabará sendo conquistada pela neta".

Afastada das novelas desde 2002, quando fez Antonia em "Esperança", Segall não acha que esse papel na Record vai superar o sucesso de Odete Roitmann. "Não tenho dados para responder isso. Mas ela foi muito forte e eu não falo mais nela, porque já falei demais."

Beatriz demonstra apreço pelo trabalho de um dos autores da história. "O Bosco Brasil [dramaturgo bastante premiado] já escreveu muitas coisas boas para o teatro e eu estou confiando nisto. Para mim, o principal é o escritor. Tudo depende dele. Quando a novela é bem escrita, tem muita chance de ser boa."

A atriz afirma que não trocou de emissora porque nunca foi contratada. "Sempre me dei muito bem na Globo e já é a terceira vez que a Record me procura. Desta vez, eu estava disponível e deu vontade de fazer televisão", afirma Beatriz. A atriz, que chegou a dizer que não faria mais novelas, agora acha que tem força bastante para realizar o trabalho até o final. "As novelas da Record estão crescendo, e eles estão fazendo um esforço enorme em fazer bem feito.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Beatriz Segall
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página