Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/05/2006 - 09h37

Michel Melamed discute poder do dinheiro em peça

Publicidade

PEDRO IVO DUBRA
do Guia da Folha

"A nossa tentativa é fazer rock'n'roll. É porrada mesmo." Enfático, Michel Melamed, 29, assim define "Dinheiro Grátis", monólogo que escreveu e no qual atua, que entra em cartaz neste sábado (dia 27) no Tucarena.

O ator carioca ganhou visibilidade com "Regurgitofagia" (2004), solo em que propunha, em benefício do espírito crítico, a regurgitação das referências e informações que são empurradas goela abaixo todos os dias. Na montagem, ele levava choques elétricos de um aparelho acionado por ruídos da platéia.

Agora, sobressaem, em termos cênicos, o palco em arena completa e uma cenografia feita de arame farpado.

"Dinheiro Grátis" critica a mercantilização das relações sociais e a aparente existência eterna e irrevogável do dinheiro como juiz e ordenador da vida humana. Para Melamed, a criação da vez é mais "monotemática", ao contrário de "Regurgitofagia", que passeava por situações e cenas mais sortidas.

Ainda assim, o novo monólogo encampa os postulados do jeito "melamediano" de fazer teatro: solicitação ao espectador de um engajamento "voluntário" e opcional (não-invasivo), crítica social e mistura de linguagens tais quais a poesia, a performance e a "stand-up comedy".

Durante o espetáculo, acontecem "leilões" entre o ator e o público, que negociam conceitos e atos. Por essa lógica, uma declamação de poema de amor em cena poderia ser, por exemplo, comprada por algumas notas de real.

Dirigido pelo próprio ator e por Alessandra Colasanti, "Dinheiro Grátis" integra a "Trilogia Brasileira", inaugurada com "Regurgitofagia". Michel Melamed pretende montar "Homemúsica" no segundo semestre de 2007 e lançar um CD e um livro.

Onde: Tucarena (r. Monte Alegre, 1.024, Perdizes, região oeste, tel. 3670-8455). 176 lugares.
Quando: Sex. e sáb.: 21h. Dom.: 19h. Estréia 27/5. Até 30/7. 70 min.
Quanto: R$ 30 (sex.) e R$ 40 (sáb. e dom.). CC: AE, D, M e V

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Michel Melamed
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página