Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/05/2007 - 08h30

"Brokeback Mountain" em sala de aula é reprovado por avós nos EUA

Publicidade

da Efe, em Washington

Os avôs de uma menina de 12 anos processaram o Conselho de Educação de Chicago pelo "choque emocional" sofrido pela neta ao assistir em sala de aula ao filme "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005).

Divulgação
História de amor causou "traumas" em menina
História de amor causou "traumas" em menina
O longa-metragem, vencedor de três prêmios Oscar, mostra a relação de amizade e amor entre dois caubóis.

Jessica Turner e seus avôs, Kenneth e LaVerne Richardson, pediram US$ 500 mil (cerca de R$ 1 milhão) pelos danos causados à menina. Ela estuda no Asburn Community Elmentary School no estado americano de Illinois .

O processo diz que o filme foi exibido na sala de aula por uma professora substituta, sem permissão dos pais ou tutores dos alunos.

"A professora sabia que não devia exibir o filme", declarou Kenneth Richardson. O avô é tutor da menina.

Esta é a segunda vez que os Richardson têm problemas com as autoridades educacionais. Em 2005, a família se queixou que o material de leitura encaminhado aos estudantes continha palavrões.

"Esta foi a gota d'água. Penso que o processo era necessário após a advertência pelo material de leitura", afirmou Richardson.

Leia mais
  • Spielberg e Peter Jackson se unem para dar vida a Tintin no cinema

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Brokeback Mountain
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página