Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/10/2006 - 17h08

Colisão de avião contra prédio mata dois em Nova York

Publicidade

da Folha Online

Um pequeno avião colidiu contra um edifício residencial em Upper East Side, na ilha de Manhattan, em Nova York, nesta quarta-feira, matando duas pessoas e assustando a população. As duas mortes foram confirmadas pela polícia nova-iorquina.

Segundo a porta-voz do FBI [polícia federal americana], Christine Monaco, não há indicação de que a colisão esteja ligada a um ataque terrorista. "Tudo indica que se trata de um terrível acidente", disse o porta-voz do Departamento de Segurança Doméstica, Russ Knocke.

No entanto, aviões militares sobrevoam regiões dos EUA por precaução, mas o governo não elevou o alerta de segurança do país. Até o momento, todos os aeroportos americanos funcionam normalmente. A Casa Branca disse que trabalha "com todas as possibilidades".

Reuters
Prédio fica em chamas após avião colidir em Nova York; duas pessoas morrem em acidente
Há exatamente um mês, os EUA lembraram o pior ataque terrorista contra o país, quando aviões comandados por seqüestradores atingiram o World Trade Center, em Nova York, e o Pentágono, nas cercanias de Washington. O ataque deixou cerca de 3.000 mortos.

Imagens de TV mostravam janelas em chamas em dois andares do edifício The Belaire, que tem 50 andares e fica na rua 72, perto do East River. Bombeiros eram vistos combatendo o fogo.

Segundo a porta-voz do Corpo de Bombeiros, Emily Rahimi, o avião --um monomotor-- atingiu o 20º andar do prédio, na zona leste de Manhattan --cerca de 2,4 km da sede da ONU.

A colisão causou um forte barulho. Pedaços de vidro e escombros se espalharam pelas ruas vizinhas. Parte do combustível do avião vazou após o choque, gerando focos de incêndio em ruas próximas ao edifício.

"Uma multidão assiste à cena, com helicópteros e carros de polícia no local", afirmou Sandy Teller, que observava a cena da janela de seu apartamento na região. "Dezenas de ambulâncias, bombeiros e equipes de resgate estão no local", afirmou.

Moradores foram retirados do local. Os bombeiros levaram 25 minutos para controlar o fogo.

O tráfego na região está prejudicado devido ao acidente.

O edifício, construído na década de 80, possui 183 apartamentos, muitos dos quais vendidos por mais de US$ 1 milhão.

O escritório do FBI em Nova York enviou duas equipes especializadas em terrorismo para o local. Agentes federais trabalham em conjunto com as equipes do aeroporto La Guardia para tentar identificar a aeronave.

Acidentes de helicóptero são comuns na ilha de Manhattan. Em junho de 2005, uma aeronave caiu no East River, a poucos quarteirões da sede da ONU (Organização das Nações Unidas), sem deixar feridos.

Três dias antes, um segundo helicóptero que levava seis turistas estrangeiros para um sobrevôo em Manhattan também caiu no East River poucos minutos depois de decolar, ferindo quatro passageiros.

Leia mais
  • Bolsas ampliam perdas em Nova York após acidente com aeronave

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre acidentes aéreos
  • Leia o que já foi publicado sobre Nova York
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página