Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/10/2006 - 18h44

Saiba mais sobre outras colisões de aviões contra arranha-céus

Publicidade

da Folha Online

Um pequeno avião bateu contra um arranha-céu residencial nesta quarta-feira, em Upper East Side, na ilha de Manhattan, em Nova York. Pelo menos duas pessoas morreram. Uma delas seria o lançador do time de beisebol Yankees, Cory Lidle, 34.

Saiba mais sobre outras colisões de aeronaves em arranha-céus:

- 28 de julho de 1945 - Um B-25 militar bate no Empire State Building. O acidente mata três tripulantes e 11 pessoas que estavam em um escritório do 70º andar. O avião perdeu o controle devido à neblina.

- 11 de setembro de 2001 -O World Trade Center, em Nova York, é destruído quando dois aviões seqüestrados são lançados contra suas torres gêmeas. Outro avião seqüestrado atingiu o Pentágono e um quarto caiu na Pensilvânia. Pelo menos 3.100 pessoas morreram.

- 5 de janeiro de 2002 - Um adolescente de 15 anos furta um Cessna de uma escola de vôo e bate no 28º andar do prédio de um banco em Tampa, na Flórida. O garoto morreu. Para a polícia, ele se suicidou.

- 18 de abril de 2002 - Um pequeno avião bate em um edifício da Pirelli de 30 andares em Milão, na Itália. O piloto e dois trabalhadores que estavam no imóvel morreram. A investigação concluiu que o piloto perdeu o controle da aeronave, um Rockwell Commander 112TC, devido a dificuldades técnicas.

Leia mais
  • Colisão de avião contra prédio mata dois em Nova York
  • Bombeiros têm dificuldade para contatar possíveis vítimas

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Nova York
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página