Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/04/2007 - 11h58

Dois terços das crianças sofrem abusos na Índia, diz estudo

Publicidade

da Folha Online

Uma pesquisa do governo indiano com o apoio do fundo da ONU para crianças afirmou nesta segunda-feira que dois terços das crianças sofrem abusos físicos e mais de 50% são abusadas sexualmente na Índia.

O estudo, que envolveu entrevistas com quase 12.500 crianças e pais em 13 dos 29 Estados indianos, apontou também que 70% das crianças nunca relataram abusos que sofreram para ninguém.

Apesar de ilegais na Índia, abusos físicos e sexuais ainda são freqüentes nas casas, escolas e entre crianças de rua no país. A situação é particularmente grave com crianças de rua, crianças que trabalham e aquelas que são cuidadas por instituições.

A pesquisa foi apoiada também pela organização Save the Children (Salve as Crianças) e descobriu que, dentre as crianças que sofreram abuso físico em casa, quase 90% estavam sob a tutela de seus próprios pais.

Cerca de 53% das crianças entrevistadas afirmaram ter sofrido abuso sexual. Em metade dos casos, o abuso foi cometido por pessoas conhecidas ou em uma posição de confiança e responsabilidade.

Ativistas dos direitos das crianças receberam o estudo positivamente e afirmaram que o governo indiano está acordando para a realidade local. "Casas, escolas e bairros não são seguros para nossas crianças e a maioria das pessoas nem mesmo acredita que bater ou abusar sexualmente de crianças é um crime sério", disse Kailash Sathyarthi, do movimento Salve a Infância.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Índia
  • Leia o que já foi publicado sobre pedofilia
  • Leia o que já foi publicado sobre abuso sexual
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página