Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/12/2001 - 09h15

Paquistão lança advertência à Índia

Publicidade

da Folha Online

O Paquistão espera que a razão prevaleça em sua crise com a Índia, mas, caso contrário, Islamabad [capital paquistanesa] tem "todas as capacidades" para responder a uma agressão de Nova Déli, disse o porta-voz do governo militar paquistanês.

"Temos capacidade de reagir ou de responder por todos os meios concebíveis", disse na segunda-feira (24) o general Rashid Qureshi. Na ocasião, ele afrimou também que uma "guerra nuclear está fora de questão".



Os dois países disputam o poder do território da Caxemira. Atualmente, dois terços do território estão sob domínio indiano e o restante sob controle do Paquistão e da China. Das três guerras travadas desde a independência (1947), duas delas foram por causa da Caxemira.

A situação entre os dois países voltou a ficar tensa depois de um atentado ocorrido no dia 13, quando homens armados com rifles e granadas invadiram o Parlamento da Índia, em Nova Déli.

A ação, realizada por supostos terroristas -a Índia acusou o grupo separatista da Caxemira com base no Paquistão Lashkar-e-Taiba de ser o responsável pelo atentado, mas a informação foi negada-, deixou um saldo de 14 mortos, entre eles os cinco terroristas.


Leia mais no especial Conflito Índia-Paquistão

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página