Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/01/2010 - 04h53

Vinte e cinco operários morrem em incêndio em mina de carvão na China

Publicidade

da Efe, em Pequim

Vinte e cinco trabalhadores morreram e pelo menos três permanecem presos após o incêndio de uma mina de carvão da província central chinesa de Hunan, informou hoje a agência oficial "Xinhua".

O incêndio aconteceu na tarde desta terça-feira (5) na mina Lisheng, em Tanjiashan, na jurisdição da cidade de Xiangtan.

Aparentemente, o fogo se iniciou em cabos subterrâneos, quando 70 pessoas trabalhavam no interior do poço. Destes, 43 conseguiram escapar.

O fogo foi apagado e os sistemas de ventilação continuam funcionando no interior do poço, por isso as equipes de resgate mantêm a esperança de retirar com vida os homens que ainda estão presos.

Onze pessoas morreram na explosão da mina Malishu, da província de Yunnan (sudoeste), no último dia 28 de dezembro.

As minas de carvão chinesas são as mais perigosas do mundo, com 3.215 mortos em 2008, segundo dados da Administração Estatal de Segurança Laboral do país.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página