Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/01/2006 - 22h13

Pregador dos EUA sugere que derrame de Sharon foi "castigo divino"

Publicidade

da Folha Online

O evangelista americano Pat Robertson causou polêmica nesta quinta-feira ao sugerir que o derrame cerebral sofrido pelo primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, 77, foi um "castigo divino" por "dividir a terra sagrada de Israel."

"Deus é inimigo daqueles que dividem sua terra. Deus considera que esta terra [Israel] é sua", afirmou o pregador ultraconservador em seu programa de TV 700 Club. "A qualquer primeiro-ministro de Israel que decida dividi-la, Deus dirá: 'Não, é minha'", acrescentou Robertson.

"Agora ele está à beira da morte", disse o ainda pregador, referindo-se ao líder israelense. "E estava dividindo a terra de Deus".

O evangelista, no entanto, se disse "triste" pela doença de Sharon e afirmou que o premiê é "uma pessoa agradável."

Os comentários de Robertson sobre Sharon provocaram a imediata condenação do Embaixador de Israel nos Estados Unidos.

"Estas coisas são muito escandalosas. Não esperava algo assim vindo de nações amigas", disse Danny Ayalon à rede de TV americana CNN.

Derrame

Sharon permanece internado em estado grave no Hospital Hadassah, em Jersualém. Ele foi hospitalizado nesta quarta-feira após sofrer um derrame cerebral.

Médicos do hospital estenderam para 72 horas o período em que o premiê será mantido em estado de coma profundo. Ele está sob efeito de sedativos e respira com a ajuda de aparelhos. Seu estado é grave, mas estável. O vice-premiê Ehud Olmert assumiu interinamente a chefia do governo.

Nesta quarta-feira, Sharon foi submetido a sete horas de cirurgia para interromper um sangramento causado por um AVC [termo técnico para designar um derrame]. Seu estado de saúde é crítico.

O diretor do hospital de Hadassah, Shlomo Mor Yosef, afirmou que a indução ao coma profundo faz parte do tratamento que está sendo aplicado a Sharon na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde ele se recupera. Yosef disse que os médicos vão "fazer o possível" para manter a pressão sangüínea no cérebro de Sharon a níveis baixos.

Especial
  • Conheça a carreira militar e política de Ariel Sharon
  • Premiê interino de Israel chefia articulação política de Sharon
  • Veja galeria de imagens de Ariel Sharon
  • Leia cobertura completa sobre o conflito no Oriente Médio
  • Leia o que já foi publicado sobre Ariel Sharon
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página