Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/05/2006 - 11h53

Polícia britânica descobre seita de escravidão sexual

Publicidade

da Ansa, em Londres

A Scotland Yard desmantelou na Inglaterra uma seita de escravidão sexual inspirada em uma série de romances de ficção científica da década de 60. A seita "Kaotians", que operava no norte do país, convidava suas participantes mulheres a se submeterem à escravidão sexual.

A polícia de Durham descobriu as atividades do grupo ao realizar uma busca em uma casa de Darlington, depois de receber várias queixas de vizinhos.

O grupo inspirava suas atividades na série de romances "As Crônicas de Gor", escritas pelo professor universitário americano John Norman, que narram uma sociedade onde as mulheres são dominadas sexualmente como escravas.

Oss livros contam a história do planeta quase medieval de Gor, regido por um sistema de castas e que utiliza as mulheres como escravas do sexo.

Os agentes de segurança descobriram que uma canadense de 29 anos contatou a seita após se informar sobre sua existência pela internet.

A mulher se comunicou depois com um amigo dos Estados Unidos, que avisou a polícia britânica, denunciando que ela não podia deixar o país porque a seita teria queimado seu passaporte e sua passagem de volta para o Canadá.

Líder

Segundo as autoridades, o líder do grupo é Lee Thompson, 31, que estava encarregado de treinar as escravas do sexo. Ele disse à polícia que tudo o que as mulheres faziam era "voluntário e seguro".

"Nossa seita funciona sobre os preceitos de que algumas mulheres têm o desejo de servir", declarou Thompson ao jornal local "Northern Echo".

"A maioria das pessoas acredita que se trata apenas do aspecto sexual, mas estamos falando aqui de cada ação que realizam, as quais fazem para o 'professor'", acrescentou.

Segundo Thompson, "as mulheres da seita fazem tudo que lhes é dito em matéria de sexo, mas sempre de forma voluntária e segura". "Me chamaram de doente, nas não acredito que o que faço seja ruim", continuou.

A seita "Kaotians" conta com ao menos 350 seguidores na Inglaterra e estima-se que cheguem a 25 mil em todo o mundo.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Scotland Yard
  • Leia o que já foi publicado sobre escravidão sexual
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página