Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/11/2011 - 13h53

Morre comandante da Revolução Cubana que integrou guerrilha aos 14

Publicidade

DA ANSA, EM HAVANA

Morreu nesta terça-feira, em Havana, Joel Iglesias Leyva, que foi o comandante mais jovem da guerrilha liderada por Fidel Castro que derrubou a ditadura de Fulgêncio Batista em 1959.

Iglesias nasceu em 1941 em uma família de camponeses pobres que simpatizavam com o Movimento 26 de Julho. Com 14 anos integrou as forças revolucionárias, tornou-se tenente aos 15 anos e comandante aos 17 anos, o mais jovem da Revolução Cubana.

Ele combateu o Exército em Sierra Maestra no início de 1957 sob o comando do guerrilheiro argentino-cubano Ernesto Che Guevara.

Após o triunfo da Revolução em 1º de janeiro de 1959, Iglesias foi o primeiro presidente da Associação de Jovens Rebeldes, que poucos anos depois se transformou na União de Jovens Comunistas.

Ele relatou as suas experiências no livro "De la Sierra Maestra al Escambaray", publicado em 1975.

O corpo do ex-comandante revolucionário será cremado e suas cinzas serão depositadas no Panteão dos Veteranos do Cemitério de Colón, em Havana.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página