Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/01/2012 - 17h44

Líder opositor prevê revolução contra Omar al Bashir no Sudão

Publicidade

DA EFE, EM CARTUM

O líder opositor sudanês Hassan Turabi assegurou nesta quinta-feira que seu país será cenário "muito rapidamente" de uma revolução pacífica para destronar o ditador Omar al Bashir.

Turabi, acusado nesta semana pelas autoridades de preparar um golpe de Estado ou um levantamento popular contra al-Bashir, antecipou uma resposta feroz do regime de Cartum com o objetivo de reprimir essa possível revolução.

"Queremos uma mudança mediante meios pacíficos e através do povo", disse ele, em conferência de imprensa na sede de seu partido, em que acusou o regime atual de aumentar o assédio contra a oposição.

Chefe do partido islamista Congresso Popular, Turabi revelou que os dirigentes da oposição concordaram, numa reunião feita ontem à noite, sobre a necessidade de derrubar o governo de Cartum.

"Concordamos que não há outra maneira de salvar o Sudão a não ser a derrubada do governo pacificamente em princípios deste ano", acrescentou.

Turabi é um dos principais opositores islamitas no Sudão e foi detido em várias ocasiões por seu ativismo político --a última em 18 de janeiro, sendo libertado em maio.

Ele também foi o inspirador do golpe de Estado que levou ao poder o general Bashir em 1989, quando se transformou no homem forte do regime e presidiu o Parlamento.

Em 1999, Bashir dissolveu o Parlamento e expulsou Turabi, que fundou então seu próprio partido político.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página